Publicidade

Representantes da Autopista Litoral Sul informaram ao prefeito Ramon Wollinger (PSD) e ao vice-prefeito Vilson Norberto Alves (PP), durante reunião na tarde desta segunda-feira (4), que começaram os trabalhos de recuperação das estradas do interior de Biguaçu, danificadas pelo excesso de peso dos caminhões e das máquinas que trabalham na obra do Contorno Rodoviário da Grande Florianópolis.

Reunião com Arteris Autopista (Foto: Paulo Rodrigo Ferreira – DICOM PMB)

“Estamos há muito tempo pedindo a recuperação das estradas e hoje estamos recebendo a notícia de que os trabalhos foram iniciados. Foram diversas audiências, reuniões e até mesmo viagens à sede da concessionária em Joinville para cobrar providências. Isso prova que nosso trabalho e esforço valeram a pena”, comemora Ramon.

Publicidade

Na reunião, o vice-prefeito levantou a preocupação do Poder Executivo com as comunidades do interior, no que se refere ao escoamento de águas pluviais e drenagem das comunidades que cultivam arroz. “Temos que nos preocupar com o alargamento dos canais e com a drenagem das ruas que cortam os arrozais a fim de não prejudicarmos nossos agricultores”, destacou Vilson.

Recuperação de estradas iniciou nesta segunda-feira (Foto: Divulgação)

O superintendente da Autopista, Marcelo Modolo, e o engenheiro da concessionária, Thiago Tibiriçá, estarão realizando visita técnica na comunidade da Fazenda para ouvir os moradores e verificar in loco a importância dos pedidos apresentados pelo vice-prefeito.

Nesta semana será enviado ofício ao deputado estadual João Amin (PP), presidente da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc), solicitando audiência pública para discutir a compensação ambiental pelos impactos no município.

Participaram da reunião o vereador Elson João da Silva, a procuradora do município, Helena Schueleter Borguesan, o secretário de Obras e Infraestrutura, José Valdemar Silveira, o novo superintendente da Fundação Municipal do Meio Ambiente (Famabi), Gabriel Arthur Loeff, o engenheiro da Secretaria de Planejamento e Gestão Participativa, Rafael Tokarewicz e a consultora de engenharia, Salete Li.

Publicidade