Casan divulga cronograma de obras de esgotamento sanitário em São José

Publicidade

Esta semana, as obras de esgotamento sanitário de São José seguem na Avenida das Torres, onde avança o assentamento de emissário, tubulação de grande porte que levará o efluente para depuração na Estação de Tratamento de Potecas.

Na Avenida das Torres há também trabalhos para implantação de redes coletoras, com frentes de trabalho entre as ruas Sebastião Nogueira de Carvalho e Manoel Eduardo Cardoso.

Publicidade

No Bairro Bela Vista, as frentes de trabalho seguem com implantação da rede coletora e de ligações domiciliares na Rua Gisela, entre as ruas Camboriú e Chapecó. A pavimentação dos locais que receberam redes será realizada aproximadamente 15 dias após os trabalhos, para compactação do solo.

O investimento no Sistema de Esgotamento Sanitário nos bairros Floresta, Nossa Senhora do Rosário e Bela Vista é de R$ 13,1 milhões, prevendo 1.227 ligações domiciliares, mais de dez quilômetros de redes coletoras, quatro quilômetros de emissários terrestres e duas estações elevatórias de esgotos.

A previsão é de conclusão até o final do ano, para, na sequência, liberar as conexões das residências ao sistema público de esgotamento sanitário. Os moradores não devem fazer ligação à rede sem autorização da Casan.

A Companhia Catarinense de Águas e Saneamento trabalha também na licitação do projeto de implantação do esgotamento sanitário no Centro Histórico de São José e a Ponta de Baixo, o que permitirá que o município chegue a um índice de 50% de coleta e tratamento. No total, a Casan está investindo R$ 88,6 milhões em São José, incluindo projetos de esgotamento sanitário e abastecimento de água.

Publicidade