Da Assessoria – Biguaçu avança na formulação de políticas públicas e ações voltadas para a pessoa idosa: na tarde de quinta-feira (14), foram empossados os membros do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI), composto por representantes governamentais e da sociedade civil.

A posse ocorreu na sala dos Conselhos de Assistência Social e contou com a participação do prefeito Ramon Wollinger, da secretária de Assistência Social e Habitação, Dircilene Luz, do secretário executivo da Secretaria dos Conselhos, Altmariro de Barros, da gerente de Proteção Social Básica, Ana Paula Medeiros e Silva Vicente e da presidente do Conselho Estadual do Idoso (CEI), Marília Fragoso.

Publicidade

A formação do CMDPI atende a lei municipal 3636/2016, que além de instituir o conselho, dispõe sobre a criação do Fundo Municipal da Pessoa Idosa de Biguaçu. “Com a constituição do conselho, poderemos montar projetos e buscar recursos para efetivamente levar ações voltadas especificamente aos idosos do município”, explicou a secretária Dircilene.

O prefeito Ramon parabenizou todos os conselheiros empossados e ressaltou que “assistência social não é assistencialismo, mas sim implantar políticas públicas visando o bem-estar social da população, no caso, os idosos de Biguaçu, atendendo a leis e dispositivos legais que devem ser cumpridos, proporcionando uma gestão mais técnica e eficaz”.

Foto Martha Huff (Dicom PMB)

A presidente do CEI, Marília Fragoso, que é também vice-presidente da Associação Nacional de Gerontologia do Brasil (ANG), na oportunidade apresentou uma palestra aos conselheiros sobre suas funções. Ela destacou que “Biguaçu merece os cumprimentos pela formação do Conselho Municipal. O idoso deve ser respeitado com pessoa e um sujeito de direitos. Além disso, é preciso envolver a criança, o jovem e o adulto nessa discussão, pois devemos preparar e educar para o envelhecimento com qualidade de vida”.

O mandato dos integrantes do CMDPI será de dois anos (gestão 2017/2019), sendo nomeados conselheiros titulares e suplentes. Fazem parte representantes das Secretarias Municipais de Administração; de Assistência Social e Habitação; de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer; de Educação e de Saúde. Representam a sociedade civil membros de sindicatos, grupos, movimentos e entidades que comprovadamente atuem com atividades ligadas aos idosos do município.

Composição do CMDPI:

Representantes das Entidades Governamentais

Secretaria Municipal de Administração

Titular: Daniela Garcia Fabrício Galiani

Suplente: Alex José Andrade

Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação

Titular: Gabriela Silveira

Suplente: Deyse de Souza

Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer

Titular: Luciene Machado Pacheco

Suplente: Solange Maximiniano

Secretaria Municipal de Educação

Titular: Luciana Serra Passos

Suplente: Catarina Olindina Dos Santos

Secretaria Municipal de Saúde

Titular: Joana Alves Lino Dos Santos

Suplente: Laís Gianezini

Representantes das Entidades Não Governamentais

Sindicato e/ou Associação de Aposentados

Titular: Jorge Eduardo da Silva

Suplente: Anne Caroline Jeronimo da Silva

Organização de Grupo ou Movimento da Pessoa Idosa Devidamente Legalizada e em Atividade

Titular: Evandina Morais De Lima

Suplente: Lindamira Aparecida Corrêa Rodrigues

Credo Religioso com Políticas Explícitas e Regulares e Promoção da Pessoa Idosa

Titular: Ana Carolina Lessa

Suplente: Débora Cristina De Oliveira Veiga

Entidade de Atendimento de Serviços de Alta Complexidade (instituições de longa permanência para idosos) que comprovem possuir políticas públicas permanentes de atendimento e promoção da pessoa idosa

Titular: Márcia Porto Trajano

Suplente: Kreize Fernanda de Souza Machado

Sindicato dos Trabalhadores Rurais

Titular: Kátia Regina De Aquino

Suplente: Nilza Emília Nau

Publicidade