Publicidade

O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos anunciou nesta terça-feira (22) sanções econômicas contra entidades e pessoas russas e chinesas pela colaboração com o regime da Coreia do Norte, em uma nova tentativa de elevar a pressão sobre Pyongyang por sua escalada militar. A informação é da EFE.

“É inaceitável que indivíduos e empresas de China e da Rússia facilitem à Coreia do Norte obter investimentos utilizados para desenvolver armas de destruição em massa e desestabilizar a região”, afirmou em um comunicado o secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin.

Publicidade

As sanções afetam seis indivíduos e dez entidades, entre elas a Dandong Rich Earth Trading e a Mingzheng International, sediadas na China e que facilitaram acesso da Coreia do Norte ao sistema financeiro internacional, além da russa Gefest-M LLC e seu diretor, Ruben Kirakosyan.

Publicidade