O meia Maxi Rodríguez, ex-jogador do Grêmio, foi furtado em aproximadamente R$ 400 mil na quinta-feira (28), em Porto Alegre (RS). O uruguaio, que atualmente joga no San Martín, havia retornado à capital para um acerto financeiro com o time gaúcho. A polícia está apurando o caso.

De acordo com o jornal ‘O Dia’, o jogador recebeu a quantia do Grêmio, deixou o dinheiro em casa, e foi jogar futebol com amigos. Imagens da câmera de segurança do prédio em que o atleta tem apartamento mostrar uma mulher entrando no imóvel após a saída do jogador.

Publicidade

As imagens revelam que ela ficou no apartamento por cerca de dez minutos e deixou o local com uma sacola de papel grande. As investigações não descartam a participação de terceiros no crime.

LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA
Publicidade