Governador assina decreto que permite municípios gerenciarem trechos de rodovias

Publicidade

O governador Raimundo Colombo assinou, no início de outubro, o decreto n° 1.319, que altera o Plano Rodoviário Estadual. A partir de agora, todos os municípios catarinenses podem fazer o gerenciamento e manutenção das rodovias estaduais que passam pelo perímetro urbano municipal. Para isso, os prefeitos deverão fazer requerimento no Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra).

De acordo com o documento, para ser gerenciado pelo município, o trecho deve conter pelo menos quatro dos seguintes itens: calçadas, iluminação pública, no mínimo quatro acessos com distância máxima de 150 metros entre eles, drenagem de águas pluviais, meio-fio, sinalização urbana e no mínimo dez instalações comerciais.

Publicidade

Além disso, os prefeitos também precisam identificar a localização da rodovia, os principais pontos de referência, extensão, as leis municipais e um mapa atualizado do perímetro urbano.

Segundo o presidente do Deinfra, Wanderley Agostini, o decreto cria a oportunidade de o prefeito ter mais autonomia sobre a rodovia. “Cabe a cada prefeito decidir se quer ou não fazer o gerenciamento e a manutenção. Uma das vantagens para o motorista, por exemplo, é que ele poderá estacionar na rodovia, o que hoje não é permitido”, finalizou.

Publicidade