Homem que matou esposa a facadas se apresenta à polícia

Publicidade

Isac da Costa, de 32 anos, suspeito de matar a esposa Viviane Monteiro, de 35 anos, na frente das filhas, em Biguaçu, apresentou-se à Polícia Civil na tarde desta segunda-feira (7). Em depoimento, ele confessou o crime, disse que ingeriu bebida alcoólica e que o motivo foi ciúmes. A informação é do G1.

Foto publicada no Facebook

O homicídio ocorreu na manhã de domingo (6). A mulher foi morta a facadas na frente das duas filhas da vítima, detalhe confirmado em depoimento do suspeito à polícia. O local do homicídio foi a residência do casal, no bairro Bom Viver.

Publicidade

Investigação

De acordo com o delegado Cristiano Sousa, o casal esteve em uma festa na madrugada de domingo, e ambos ingeriram bebida alcoólica em excesso. Houve desentendimento pela manhã e, em seguida, o crime. “A arma que ele [suspeito] descreveu tem as mesmas características da que foi apreendida”, disse o delegado.

Como não houve flagrante e o suspeito se apresentou, a polícia não solicitou a prisão preventiva dele e vai observar seu comportamento. “Se houver necessidade, vamos pedir”, afirmou o delegado.

Os próximos passos da investigação incluem mais depoimentos. “Vamos ouvir as testemunhas, as filhas e vizinhos”, disse o delegado. A faca apreendida no local do crime foi encaminhada ao Instituto Geral de Perícias (IGP).

Crime

O homem teria dado ao menos quatro facadas na mulher, que não resistiu aos ferimentos e morreu no local. As duas filhas da vítima, de 3 e 16 anos, testemunharam o homicídio, segundo a polícia. A menina mais nova também é filha do suspeito, que fugiu após o crime

Publicidade