A Polícia Civil, através da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (Draco), prendeu, na noite de ontem (20), em Governador Celso Ramos, um homem de 31 anos acusado de liderar facção criminosa responsável pelos ataques realizados no início do mês de setembro, em várias regiões de Santa Catarina. O nome não foi informado. De acordo com informações da polícia, o suspeito é natural de Rio Azul (PR) e teria coordenado as ações da facção contra policiais e agentes prisionais.

Pistola que estava com o suspeito (Poto: Polícia Civil)

Após descobrir o seu paradeiro, investigadores da Draco foram até lá e fizeram a abordagem. Foi flagrado, em sua cintura, uma pistola 9 mm, com 17 munições intactas, além de farto material que o vincula a grupo criminoso que atua no Estado. No local ainda foram encontradas diversas cápsulas de 9 mm que haviam sido deflagradas pelo indivíduo  no dia anterior, quando testava uma pistola.

Publicidade

“Após a deflagração da Operação Independência, a Polícia Civil, por meio da equipe da DRACO/DEIC, continuou firme em seu propósito de investigar e retirar de circulação importantes lideranças da organização criminosa que atua no estado de Santa Catarina”, explica o delegado Antônio Claudio Joca.

O indiciado foi conduzido para a sede da DEIC, onde foi autuado em flagrante pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e de participação em organização criminosa.

Publicidade