Através do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e da Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB) o Ministério da Saúde avaliou, nos dias 4, 5 e 6 de setembro, a atenção básica no município de Biguaçu. “O PMAQ visa reformular a visão dos profissionais e gestores municipais, buscando melhorar a qualidade dos serviços e ações em saúde”, explica a enfermeira coordenadora da Atenção Básica, Bárbara Cristine Manoel.

Foram avaliadas 19 equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF), dois Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASF) e cinco equipes de Estratégia de Saúde da Família Bucal (ESFB). A divulgação das notas das equipes avaliadas está prevista para ser disponibilizada a partir de dezembro deste ano. O recurso federal repassado para cada equipe das Unidades Básicas de Saúde depende da nota da avaliação externa de cada equipe.

Ge Ronconi, superintendente municipal de Saúde, destaca a importância de cada profissional e reforça que a administração continuará “trabalhando para melhorar ainda mais os serviços de saúde da nossa população”.

Equipe da UBS do bairro Saveiro (Foto: Isev)

Segundo o secretário municipal de Saúde, Heron Felício Pereira “o PMAQ é uma estratégia que amplia ainda mais o acesso aos serviços na área da saúde a fim de atender melhor o nosso usuário”.

Para o prefeito de Biguaçu, Ramon Wollinger, “este incentivo faz parte das iniciativas de modernização da gestão da saúde, promovidas pelo Governo Federal em parceria com o Governo Municipal, adotando novos padrões e indicadores na saúde, tendo como consequência a ampliação e qualidade dos investimentos na saúde de nosso município”.