A Prefeitura de Florianópolis lançou, nesta sexta-feira (17), a Operação Verão 2018, que deve preparar a cidade para a próxima temporada. Além das programações de Natal, Réveillon e Carnaval, o Poder Executivo anunciou vagas em creches para o verão, contratação de mais profissionais de saúde e para limpeza urbana nesse período e investimentos para melhorar a infraestrutura nas praias.

São R$ 5 milhões em investimentos de recursos federais e privados. Em relação à festa da virada do ano, por enquanto estão confirmadas pela prefeitura três bandas locais e 12 minutos de fogos de artifício.

Publicidade

Ações nas praias e acessibilidade

Algumas ações para a temporada já iniciaram, como a recuperação das praias atingidas pela ressaca, além das melhorias de infraestrutura. Segundo o município, o número de banheiros químicos foi aumentado em 20%, e somam mais de 200 atualmente.
“Também vamos instalar chuveiros adequados e teremos a instalação de pelo menos nove estruturas para acessibilidade, desde os trilhos para o cadeirante poder chegar até o mar, como as cadeiras anfíbias e pessoal técnico especializado para fazer esse tipo de serviço”, afirma Vinicius De Lucca Filho, superintendente de Turismo.

Segundo ele, ações de fiscalização também devem ser intensificadas para coibir atuação irregular de ambulantes, guias de turismo e transporte sem autorização. Os horários e itinerários de ônibus também devem ser readequados a partir de 16 de dezembro nos locais com maior demanda.

Contratação de temporários

De acordo com o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (PMDB), pela primeira vez profissionais de saúde serão contratados como reforço para o verão. “Ampliando o número de médicos nas unidades de pronto atendimento 24 horas com contratações temporárias, podendo suprir toda a demanda que é ampliada com os turistas”, disse o gestor.
Segundo ele, haverá reforços também na contratação temporária de 69 garis, 40 auxiliares operacionais e oito motoristas temporariamente na Comcap.

Água, luz e segurança

Ainda de acordo com o prefeito, a Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina) garantiu que não deve faltar energia por excesso de demanda. O presidente da Casan (Companhia Catarinense de Água e Saneamento), Valter Gallina, afirmou também nesta sexta (17) que não deve faltar água na capital.

“Vamos aumentar 22% a quantidade de água tratada distribuída em Florianópolis. Isso nos dá tranquilidade em dizer: não vai faltar água nesse verão. Teremos água em abundância para o morador e o turista que aqui vier”, afirmou Gallina.

A prefeitura também destacou durante o lançamento da Operação Verão 2018 as rondas que devem ser feitas nos balneários e o trabalho nas praias em relação às crianças, como colocação de fitas de identificação.

Publicidade