Publicidade

Os vereadores João Domingos Zimmermann, o “Nino”, Salmir da Silva, Magali Eliane Pereira Prazeres e Manoel José de Andrade, o “Maneca”, os quatro do PMDB, votaram contra um pedido do Poder Executivo analisado no Legislativo na sessão ordinária desta segunda-feira, de autorização de financiamento de R$ 5 milhões para pavimentar ruas em Biguaçu. O projeto foi aprovado por 9 votos a 4, em primeira votação.

Bancada do PMDB de Biguaçu (Foto: Biguá News)

Nino, o líder da oposição, argumentou que o município estaria fazendo muitos investimentos em obras, em detrimento de outras áreas.

Publicidade

O prefeito Ramon Wollinger (PSD) já viabilizou o empréstimo junto ao Badesc Cidades para levar asfalto às vias públicas de bairros do interior do município. A intenção do gestor municipal é beneficiar os moradores mais distantes da área central. O prazo de pagamento será de 36 meses. O contrato ainda prevê carência de um ano para começar a liquidar as parcelas. Ou seja, o investimento começará a ser pago no final de 2018.

Mas para que o dinheiro seja liberado é preciso correr contra o tempo. O município tem até o próximo dia 30 de setembro para aprovar a lei na Câmara autorizando a Prefeitura a contrair a dívida. A equipe da administração municipal já levantou quase toda a documentação necessária, faltando praticamente o texto autorizativo dos vereadores. Dentro de dez dias deverá ocorrer a segunda votação da lei.

Ministério das Cidades libera R$ 5,9 milhões para 2ª etapa da macrodrenagem

Mais recursos

Ramon também está articulando a liberação de mais R$ 10 milhões para obras de infraestrutura no programa Avançar Cidades, do Governo Federal, além de verba do Fundam 2, que é um programa do Governo do Estado para pavimentação e aquisição de equipamentos.

Atualizada às 18h58/22h39

Publicidade