A Policia Civil deflagrou mais uma grande operação no Estado para prender integrantes de facção criminosa responsável pelos diversos atentados cometidos na última semana, contra agentes e instalações de vários órgãos da segurança pública, sistema prisional e Poder Judiciário. Mais de 200 policiais de diversas delegacias regionais e diretorias da Polícia Civil cumpriram, nesta sexta-feira, mandados de prisão e 57 de busca e apreensão.

A ação policial ocorreu nas cidades de Balneário Camboriú, Camboriú, Itapema, Navegantes, Penha, Balneário Piçarras e Joinville, e foi coordenada pela Divisão de Investigação Criminal de Balneário Camboriú – DIC-BC.

O nome da operação  – Hidra de Lerna – remete a mitologia grega, em que Hidra era um monstro, filho de Tifão e Equidna, que possuía várias cabeças, e ao cortar uma delas, outras duas nasciam em seu lugar.

A atuação desta facção também se dá com o surgimento de novas “cabeças” quando se ataca apenas os executores, que são facilmente substituídos.