Prefeitura de Florianópolis decreta reajuste da tarifa de ônibus

Publicidade

Andar de ônibus em Florianópolis ficará mais caro a partir das 0h do dia 8 de janeiro, um domingo. Para quem utiliza o transporte coletivo com cartão eletrônico a passagem salta de R$ 3,34 para R$ 3,71, um aumento de 11%, acima da inflação. Já para quem desembolsa a passagem em dinheiro o valor pula de R$ 3,50 para R$ 3,90, reajuste de 11,42%. A informação é do Hora SC.

A prefeitura da Capital publicou no Diário Oficial desta quinta-feira o decreto 16.698, que trata do aumento das passagens do transporte coletivo na cidade. O reajuste anual está previsto na licitação e no contrato firmado entre o Município e o Consórcio Fênix, formado pelas mesmas empresas que administram o sistema nas últimas décadas. O acordo, que começou a vigorar em 1º de novembro de 2014, tem duração de 20 anos.

Publicidade

A reportagem conversou com o ainda secretário de Mobilidade Urbana da Capital, Vinícius Cofferri, que deixa o cargo oficialmente neste domingo, 1º de janeiro, informou que o estudo sobre as variáveis do aumento da tarifa levou em conta cinco variações anuais, já previstas no contrato: óleo diesel (4,11%), custo da mão de obra (13,74%), Índice Geral de Preços (6,77%), adequação (2,67%) e gastos com veículos, automotores, reboques, carrocerias e autopeças (7,51%).

— O aumento está previsto no contrato, e o maior índice acabou sendo o reajuste que foi pago aos motoristas e cobradores em 2016. Em 2017, o aumento entrará em vigor alguns dias depois do que em 2016, quando começou a valer em 3 de janeiro. Infelizmente, tivemos um aumento acima da inflação — expõe Cofferri.

As demais tarifas dos diferentes grupos de usuários do transporte coletivo também vão sofrer aumento, principalmente a tarifa social paga em dinheiro, que aumentou 24,4%, indo de R$ 2,25 para R$ 2,80. A tarifa social no cartão pulou de R$ 1,96 para R$ 2,18, aumento de 11,2%. O transporte diferenciado também foi reajustado. A partir de 8 de janeiro, andar nos amarelinhos custará R$ 6,50 em linha curta e R$ 8,50 em linhas longas, aumento de R$ 0,50 e R$ 0,75 centavos respectivamente.

Confira os novos valores

Modalidades de tarifas e meios de pagamento

Transporte regular ou convencional

Pagamento em dinheiro – tarifa urbana: R$ 3,90

Pagamento em dinheiro – tarifa social: R$ 2,80

Pagamento com cartão – tarifa urbana: R$ 3,71

Pagamento com cartão – tarifa social: R$ 2,18

Pagamento com cartão – tarifa social especial: R$ 2,18

Estudantes – tarifa urbana: R$ 1,85

Estudantes – tarifa social: R$ 1,09

Estudantes – tarifa social especial: R$ 0,00

Deficientes físicos subsidiados: R$ 0,00

Transporte diferenciado ou executivo

Somente pagamento em dinheiro

linha longa: R$ 8,50

linha curta: R$ 6,50

Publicidade