Assessoria

Por 46 votos a 23, a chapa de situação venceu a eleição da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), que ocorreu nesta sexta-feira (6). A diretoria eleita, que tem como presidente Losivanio Luiz de Lorenzi, ficará à frente da entidade pelos próximos quatro anos. A posse oficial será feita em janeiro de 2018.

Publicidade

A eleição ocorreu a partir da apuração dos votos de 69 presidentes de núcleos municipais e regionais, espalhados por todo o Estado, com registro de duas abstenções. Os representantes estiveram em Concórdia para a votação secreta, que se estendeu durante parte da manhã e terminou às 11h15.

A chapa vencedora pretende dar sequência aos trabalhos que já vêm sendo realizados, com foco na qualidade de vida dos produtores e valorização da carne suína catarinense, que chega hoje à mesa de vários países com status diferenciado, pela dedicação dos suinocultores e também com o apoio das entidades representativas, impulsionadas muitas vezes por ações capitaneadas pela ACCS.

O presidente reeleito de uma das associações mais representativas da suinocultura catarinense cultiva entre as missões a proposta de dar sequência às atividades, com transparência e seriedade.

“Tivemos uma expressiva votação e isso mostra que estamos no caminho certo. Sempre falamos da continuidade do trabalho. Um país fala de mudanças, mas é preciso mudar o que está errado e não o que está fazendo a diferença. Temos trabalhado muito para a qualidade de vida do nosso produtor, para que as empresas também possam ter uma qualidade no produto final que chega aos consumidores”, afirma.

Lorenzi ressalta ainda que os desafios são encarados diariamente, mas com preparação para levar o setor cada vez mais ao desenvolvimento. “Estamos muito preparados para esses desafios. Colocamos em prática inúmeras questões, sempre evoluímos com o nosso trabalho, dialogando com os setores, governo, empresa, cooperativas, sempre com muito profissionalismo e uma diretoria muito competente”.

IMPULSO À SUINOCULTURA

O vice-presidente da chapa vitoriosa, Vilson Spessatto, salienta que a reeleição simboliza a coroação do trabalho realizado até agora. “Estamos muito felizes por ter o apoio de todos os membros da diretoria executiva e os presidentes que votaram. Temos muito a agradecer”, comenta. “Sabemos do trabalho que vem sendo realizado pela equipe da ACCS, pelo Losivanio, que atravessa dias e noites buscando melhorias para a nossa atividade”.

Spessatto frisa ainda que a confiança depositada nos trabalhos da atual diretoria, que ficará no comando da entidade também pelos próximos quatro anos, é sinal de seriedade, honestidade e transparência, já reconhecidas por diversos outros importantes órgãos do país. “Vamos dar continuidade aos projetos em andamento para que cada vez mais os produtores e as famílias tenham qualidade de vida”, garante o vice-presidente da ACCS.

O presidente do Núcleo Municipal de Suinocultores de Xanxerê, Adair Trevisan, garante que o resultado da eleição reflete diretamente na rotina do campo. “Acaba mexendo com o questionamento individual das pessoas e todo mundo conhece melhor as atividades da ACCS, ter um entendimento melhor”, diz, completando: “Venho acompanhando há tempo o trabalho do Losivanio, acredito muito na transparência e na sinceridade. Isso faz a diferença para a atividade”.

Publicidade