Professor de dança é condenado a 20 anos de prisão por abuso sexual

Publicidade

O professor de dança Claudiovani Coelho de Bitencourt foi condenado a 20 anos de prisão, em regime inicial fechado, pela prática de atos libidinosos mediante ameaça, com pessoa menor de 14 anos. Os abusos ocorreram de forma reiterada nos anos de 2012 e 2013. A sentença é de primeiro grau e o réu poderá recorrer em liberdade.

Na denúncia apresentada à Justiça, a 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Sombrio relata que a vítima passou a frequentar as aulas ministradas pelo professor de dança em 2011 e, no ano seguinte, passou a ser assediada pelo réu. Os abusos só cessaram quando a vítima resolveu procurar ajuda e relatar os abusos que estava sofrendo.

Publicidade

Diante dos fatos apresentados pelo Ministério Público, a ação foi julgada procedente pelo Juízo da 2ª Vara da Comarca de Sombrio para condenar o réu a 20 anos de prisão, em regime inicial fechado, por ter, na condição de professor, ameaçado e assediado a vítima menor de 14 anos. O réu poderá recorrer da sentença em liberdade.

Publicidade