Adolescente de São José morre em incêndio no alojamento do Flamengo

Publicidade
Vitor comemorando gol pelo Sub-11 do Figueirense

O garoto josefense Vitor Isaías, de 15 anos, conhecido como “Assunção”, é um dos jogadores da base do Flamengo que morreram em um incêndio no alojamento do “Ninho do Urubu”, Centro de Treinamento do clube carioca, na Zona Oeste do Rio, ocorrido na madrugada desta sexta-feira. Ele era natural do bairro Zanelato, que fica na divisa de São José com Biguaçu.

Vitor se destacou em 2014, jogando futsal pelo Sub-11 do Figueirense, tornando-se campeão e artilheiro da Copa Catarinense da categoria naquele ano. Depois foi para o Atlético Paranaense e, de lá, o empresário o levou para o Flamengo.

Continua após a publicidade

No futsal, Vitor jogava como pivô e se destacava pela agilidade e dribles. Amigos do jogador lamentaram a morte pelas redes sociais.

Outro atleta catarinense também estaria entre os mortos, o adolescente Bernardo Pisetta, da cidade de Indaial, que atuava com goleiro. Em 2016, ele fora o goleiro menos vazado atuando pelo Guarani, de Brusque, em uma competição de futsal realizada em Blumenau.

O incêndio

Conforme informações do Corpo de Bombeiros, as chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio de Janeiro. Vitor estava entre eles. Outras vítimas fatais identificadas são o goleiro Christian Esmério, e Arthur Vinicius – que completaria 15 anos no sábado.

Às 9h50, a polícia chegou ao Ninho do Urubu para fazer a perícia. Um inquérito foi instaurado na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) para apurar as causas do desastre.

Vitor Isaías (Foto: Facebook)

.

Publicidade