Agricultores e maricultores de Biguaçu podem captar Pronaf no Sicredi

Publicidade

Inaugurada neste mês de outubro, a unidade de atendimento do Sicredi em Biguaçu pretende auxiliar os pescadores, maricultores, grameiros e produtores da agricultura familiar do município, ofertando linha de crédito do Programa Nacional da Agricultura Familiar (Pronaf).  Essa modalidade de financiamento possui taxas subsidiadas pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Conforme a gerente do Sicredi de Biguaçu, Franciele Romancini, com recursos do Pronaf é possível investir em implantação ou modernização das atividades, máquinas e equipamentos, beneficiamento, armazenagem, processamento e comercialização da produção agropecuária, produtos florestais e do extrativismo, produtos artesanais e até a exploração de turismo rural.

Continua após a publicidade

“Dentro do programa existem as linhas Pronaf Mais Alimentos, Pronaf Mulher e Pronaf Agroindústria para pessoa física. Há possibilidade de captação de financiamentos nessas linhas, pelos associados do Sicredi que possuam as comprovações exigidas pelo Pronaf e pelo BNDES”, comentou Franciele, à reportagem.

As taxas de juros são baixas, se comparadas às praticadas pelo mercado. Para financiamentos de até R$ 10 mil, por exemplo, as taxas são de 2,5% ao ano. Acima desse valor, varia entre 4,5 a 5,5% ao ano, com possibilidade de captar até R$ 300 mil em operações individuais destinadas a suinocultura, avicultura ou floricultura, por exemplo, e até R$ 750 mil em operações coletivas, respeitado o limite individual de R$ 150 mil por beneficiário.

O prazo de pagamento pode chegar a até 120 meses (dependendo da linha de financiamento e do valor solicitado), com carência de até 36 meses. Para financiar uma caminhonete de carga, por exemplo, o prazo de pagamento pode ser de até 60 meses, com 12 meses de carência para iniciar a amortização.

Sicredi Biguaçu - fachada 2
Sicredi de Biguaçu está instalado na rua Hemogenes Prazeres, esquina com a Justino Adalberto Leal (Foto Biguá News)
Publicidade