Ala Sul do Mercado Público de Florianópolis é entregue ao público

Publicidade

A Ala Sul do Mercado Público de Florianópolis foi reinaugurada nesta quarta-feira de manhã. O espaço representa uma nova fase para o famoso ponto turístico localizado no Centro da Capital, com a renovação do mix de lojas e a profissionalização administrativa. Foram quase dois anos de obras e R$ 10 milhões em investimentos, considerando as reformas das alas Sul e Norte. A próxima e última etapa será a instalação da cobertura retrátil do vão central, que envolve outros R$ 4,2 milhões em investimentos e, segundo a prefeitura, ficará pronta até dezembro.

“O Mercado Público é um símbolo da personalidade de Florianópolis e este símbolo está restaurado, fortalecendo as raízes do nosso povo. É um espaço de encontro do povo de Florianópolis e de toda Santa Catarina e dos nossos turistas. Florianópolis é hoje uma cidade cosmopolita, o mundo todo se encontra aqui. Com este novo mercado, ganha a cidade e ganha o Estado. A prefeitura e toda comunidade de Florianópolis estão de parabéns pela entrega desta importante obra”, afirmou o governador  Raimundo Colombo.

Continua após a publicidade

O prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Junior, ressaltou a complexidade do processo de restauração de um patrimônio como o Mercado Público. “Restaurar um prédio que é a alma da cidade é um grande desafio, fazer uma obra desse porte sem nunca fechar completamente o mercado exigiu muito planejamento. Para trazer uma obra do século 19 para o século 21 foi preciso administrar a ansiedade dos comerciantes e de toda uma cidade. Mas esse desafio foi vencido com uma equipe muito comprometida. E hoje temos um Mercado Público que não foi descaracterizado, mas que ganhou inclusão, com obras de acessibilidade, com segurança e respeito à legislação”, destacou.

A reinauguração também representa uma nova fase para os comerciantes. Um dos tradicionais espaços do antigo mercado, o Box 32, foi reinaugurado na nova Ala Sul e o proprietário Beto Barreiros aponta uma série de melhorias. “Essa ala foi inaugurada em 1931 e nunca havia passado por uma restauração total como essa de agora, que ampliou o mix de lojas e garantiu toda a legalidade necessária para nossa operação, atendendo às exigências de órgãos como Corpo de Bombeiros e Vigilância Sanitária e trazendo muito conforto e qualidade para toda a cidade. Tenho convicção de que esse novo mercado será referência para todo o Brasil”, avalia.

A obra

O novo Mercado Público de Florianópolis está sendo entregue à população em diferentes etapas. As licitações para concessão dos novos boxes ocorreram nos anos de 2011 e 2013, na modalidade concorrência, tipo maior oferta financeira, com validade de 15 anos, renovável por igual período. O total de unidades licitadas foi de 112 boxes.

Na Ala Norte, o trabalho de reforma começou em dezembro de 2013 e terminou em maio de 2014. Na ocasião, foi realizada a entrega aos comerciantes para adequação nos boxes. A inauguração e abertura para a população aconteceu no mês seguinte, em junho de 2014.

A reforma da Ala Sul teve seu início logo em seguida, em julho de 2014, e demandou um trabalho maior por envolver boxes que têm comércios com manipulação de alimentos, bares e restaurantes. A entrega aos comerciantes foi realizada em junho, com inauguração para a comunidade nesta quarta.

Antes da licitação, o Mercado Público tinha apenas 10 segmentos comerciais. Na Ala Norte, 68% dos boxes eram de calçados. Agora, com o novo mix, o número de segmentos passou para 53 e há apenas nove lojas de calçados. Entre as novidades, estão produtos naturais e orgânicos, sorvetes artesanais, carnes exóticas, além dos bares e restaurantes com pratos com predomínio de frutos do mar e boxes especializados em bebidas. Das 14 peixarias, uma é especializada em bacalhau, e há ainda loja de brinquedos artesanais, floricultura, sapateiro, costureira e oito lojas de artesanato.

O prédio original que hoje abriga o Mercado Público de Florianópolis foi construído em frente à Alfândega no ano de 1898, em substituição ao antigo mercado, o qual foi demolido em 1896. O atual prédio, localizado na Rua Conselheiro Mafra, 255, foi construído em duas etapas: a primeira, em 1899, contava com apenas uma ala. Em 1915, foi construída em cima de um aterro a segunda ala, bem como as torres, as pontes que as interligam e o vão central.

O novo Mercado Público de Florianópolis

Ala Sul 
Total de área construída: 2.493 metros quadrados
Nº de boxes comerciais: 36
Nº de banheiros: 4 (com acessibilidade)
Vestiários: 2
Projetos sociais: 1

Ala Norte
Total de área construída: 2.403 metros quadrados
Nº de boxes comerciais: 76
Nº de banheiros: 2 ( com acessibilidade)
Zeladoria
Projetos sociais: Sebrae, Igeof, Cantinho da Renda e atendimento SESP

Vão central
Área total: 1.200 metros quadrados
Estrutura: a área das mesas recebeu zoneamento próprio, respeitando as áreas de circulação, o piso foi nivelado para acessibilidade a todos e, segundo a prefeitura, até dezembro haverá cobertura retrátil.

Publicidade