Alunos da rede municipal recebem óculos por meio de mutirão do Hospital Universitário

Publicidade

Da Assessoria – Vinte e cinco alunos da rede municipal de ensino de Biguaçu participaram, no último sábado (7), de um mutirão de consultas oftalmológicas realizado no Caminhão de Oftalmologia do Hospital Universitário da Universidade Federal de Santa Catarina (HU/UFSC). Além das consultas, os estudantes provaram e escolheram as armações e receberão gratuitamente os óculos.

A ação faz parte do Programa Saúde na Escola (PSE) e tem por objetivo contribuir para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde, com vistas ao enfrentamento das vulnerabilidades que comprometem o pleno desenvolvimento de crianças e jovens da rede pública de ensino.

Continua após a publicidade

“O programa tem grande importância, pois ajuda a resolver o problema de visão das crianças na idade escolar. A criança que não enxerga não tem possibilidade de se desenvolver intelectualmente e se ela não aprende, reprova dois anos, três anos, perdendo o interesse de estudar. Dar esta oportunidade às crianças é colaborar com a construção de um futuro melhor, de um país melhor”, enfatiza o oftalmologista, Dr. Rodrigo Cavalheiro.

Através do Núcleo de Inclusão da Secretaria Municipal de Educação, os alunos são observados em sala de aula e os que apresentam dificuldades são encaminhados para acompanhamento na Secretaria de Saúde do município. Após triagem, as crianças e adolescentes consultam com oftalmologistas, fazem exames e lá mesmo escolhem o modelo de óculos de sua preferência.

O programa foi implantando pelo Governo Federal há aproximadamente oito anos. Atualmente, o único Estado que o mantém é Santa Catarina, com recursos do HU/UFSC. A equipe é formada por quatro médicos, três técnicos, um enfermeiro e um auxiliar administrativo. Além dos profissionais do hospital, óticos voluntários participam da ação, mas em breve o serviço contará com profissional efetivo aprovado em concurso.

Exames foram realizados no consultório móvel do HU-UFSC (Foto: Paulo Rodrigo Ferreira)

“Temos em Biguaçu uma educação que é destaque na região. Mais que investir em sala de aula, em professores e escolas, é preciso investir em saúde e no desenvolvimento das nossas crianças. É isso que estamos fazendo com um trabalho que envolve as Secretarias de Educação e Saúde e que agora ganha força com este programa que é conduzido pelos profissionais do HU e da UFSC”, comentou o prefeito Ramon Wollinger.

Prevenção

Para o secretário municipal de Saúde, Dr. Heron Felício Pereira, o investimento em saúde primária e prevenção é importante, pois trata o problema na sua origem e reduz a possibilidade de agravamento ou desenvolvimento de outras doenças. “Este programa é fantástico. Nesta ação nós conseguimos diagnosticar o problema de visão que a criança possui e já entregamos os óculos a fim de ter uma boa resposta na escola e qualidade de vida em geral. Além do problema de falta de visão que são corrigidos apenas com o uso de óculos, podem ser diagnosticados casos mais graves e que necessitam de intervenção cirúrgica”, completou.

“Realizamos com nosso Núcleo de Educação Inclusiva da SEMED um trabalho primoroso e estamos felizes por ver tantas crianças que estavam passando por dificuldade de aprendizagem sendo beneficiadas com este programa de cunho tão importante”, destacou a secretária municipal de Educação, Kátia Roussenq Bichels.

As próximas etapas do mutirão estão sendo definidas pela Central Estadual de Regulação Ambulatorial e deverão atender todos os alunos da rede municipal de ensino que possuem a necessidade desse tipo de atendimento.

Além do prefeito e secretários, acompanharam a ação desse sábado a superintendente de Saúde, Genivalda Ronconi, a diretora de Ensino, Kátia Bernadeth da Silva e a psicopedagoga Andréia Junkes Rodrigues Prazeres.

Publicidade