Audiência Pública debate ‘caos’ da rodovia entre Biguaçu e Antônio Carlos

Publicidade

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc) promove, nesta segunda-feira (30), na Câmara de Biguaçu, uma audiência pública para tratar das péssimas condições da SC-407, principalmente do trecho que liga Biguaçu a Antônio Carlos. O evento foi requisitado pela presidente da Câmara, Salete Cardoso (PV), e terá a presença do deputado estadual  João Amin (PP), que preside a Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano (CTDU) da Alesc.

O debate sobre as péssimas condições da rodovia vai contar com a presença de moradores, autoridades da região e tem confirmada a participação de representantes do Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) – órgão responsável por construção e manutenção de rodovias em Santa Catarina.

Continua após a publicidade

A presidente da Associação Empresarial e Cultural de Biguaçu (Acibig), Sandra Molinaro, protocolizou, na sexta-feira, em Florianópolis, pedido de tomada de providências urgentes do Governo do Estado, em virtude da situação caótica que se encontra a SC-407. Praticamente todo o trecho está repleto de buracos.

A rodovia estadual foi asfaltada em 1983. O trecho que liga os dois municípios possui 14 km de uma estrada sinuosa, com tráfego de veículos pesados, pois escoa a produção da maior fábrica de refrigerantes no Estado. Também o fluxo da produção de hortaliças provenientes do interior de Antônio Carlos, de gramas ornamentais cultivadas no Alto Biguaçu e da distribuidora da Petrobrás na região.

Entre os problemas mais evidentes estão a má conservação ao longo de toda a estrada – com centenas de buracos de variados tamanhos -, a ausência de acostamento em toda a sua extensão, acidentes constantes devido a ultrapassagens perigosas e falta de sinalização (faixa).

Clique nas fotos para ampliá-las: (Fotos: Biguá News)

Publicidade