Autopista ordena início de obras em mais trechos de Biguaçu

Publicidade

A Autopista Litoral Sul anunciou nesta segunda-feira (23) que deu a ordem para iniciar as novas frentes de obras em mais 16 quilômetros do Contorno Viário de Florianópolis. Em Biguaçu, as obras se concentrarão nos bairros Fazenda de Fora, Fazenda de dentro, Fazendinha, Três Riachos, Rússia, Sorocaba e Santa Catarina. Já em São José, o único bairro na área de abrangência será o de Alto Forquilhas.

Nos novos 16 quilômetros serão construídos dois trevos e seis passagens em desnível. Os trevos estarão localizados na interseção com a Estrada Geral de Três Riachos e na interseção da SC-407.

Continua após a publicidade

Com isso, a concessionária passa a trabalhar em 32 dos 50 quilômetros totais da nova rodovia, representando quase 70% da extensão do Contorno.

Contorno Viário – Obras em Biguaçu (Foto: Assessoria)

Nas próximas semanas, terão início as atividades de limpeza da área, construção de cercas, além dos trabalhos ambientais que acompanham o processo de início de novos trechos, como resgate de flora, monitoramento de fauna e supressão de vegetação. Em seguida, serão os trabalhos de engenharia, como a geotecnia (fundações de aterros e geodrenos) e terraplenagem.

“A ampliação das obras confirma o comprometimento da Autopista Litoral Sul em cumprir os prazos do projeto. Estamos confiantes que os trabalhos seguirão em ritmo acelerado. O início das novas frentes de obra é decorrente de uma atuação conjunta entre a Autopista, Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania, o Cejuscon , Fórum Parlamentar Catarinense e ANTT”, afirma Marcelo Modolo, Superintendente de Investimentos do Contorno.

De acordo com a concessionária, mais 550 empregos diretos serão criados para realizar essas tarefas. A agilidade das desapropriações de áreas e indenizações, assim com um esforço conjunto entre a concessionária e outras entidades representativas da sociedade, estão entre as ações que viabilizaram o início dos trabalhos neste novo trecho.

“Seguiremos sempre com a nossa política de minimizar as interferências para as comunidades. Temos consciência que em alguns pontos, a rotina pode ser alterada temporariamente por conta das obras, mas é importante compreender a relevância do Contorno”, completa Modolo.

As informações são do Notícias do Dia.

Publicidade