Autopista iniciará em Biguaçu mais trechos do contorno viário

Publicidade
Obras de terraplanagem em Biguaçu avançaram 18,97% do total - Flávio Tin/ND
Obras de terraplanagem em Biguaçu avançaram 18,97% do total – Flávio Tin/ND

A Autopista Litoral Sul pretende começar, em Biguaçu, as obras em mais dois trechos do contorno viário de Florianópolis, que juntos somam 16 quilômetros. Atualmente, as máquinas trabalham em cerca de oito km no território biguaçuense. As informações são do jornal Notícias do Dia.

O contorno terá 50 quilômetros de extensão, passando pelas zonas rurais de Governador Celso Ramos, Biguaçu, São José e Palhoça. O objetivo é retirar parte do tráfego de caminhões e carretas da BR-101 – que é via de ligação entre as cargas transportadas entre o Rio Grande do Sul e o restante do país.

Continua após a publicidade

Atualmente, a obra vem sendo executada em três trechos: Norte B (Biguaçu) e Intermediário 3 e 4 (ambos em São José), o equivalente a pouco mais de 16 quilômetros. O número de operários oscila entre 550 e 600, que operam 200 máquinas.

A expectativa é de que o contorno retire mais de 20 mil veículos pesados da BR-101 da região metropolitana de Florianópolis. Em São José, a obra começou em maio de 2014, e em Biguaçu, em abril de 2015.

Desapropriações

O superintendente de investimentos da Autopista Litoral Sul, Marcelo Módolo, informou que, das 1.043 áreas de desapropriação, 647 já foram liberadas. Ele destacou que em 434 casos foram feitos acordos. “Todas as desapropriações seguem critérios rígidos e complexos e não temos interesse nenhum em tirar vantagem de uma situação, porque a terra volta para a União e os valores serão repassados à tarifa. Entendemos que o caso da família dos senhores Quirino e Longino é uma exceção, com repercussão na Justiça Estadual”, explicou.

Módolo ressaltou que a maioria das desapropriações restantes está no último trecho, em Palhoça, onde o projeto está aguardando aprovação na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). “O processo de desapropriação tem algumas variáveis. O valor pode alterar pela data do acordo da indenização e alguma valorização segundo um avaliador. Um processo concluído em 2014, provavelmente terá um valor diferente do acertado neste ano. Mesmo não dependendo exclusivamente da nossa vontade, após a criação da Vara Federal de Conciliação, em agosto de 2015, as desapropriações avançaram exponencialmente”, esclareceu.

O contorno por cidades

Governador Celso Ramos: 240 metros

Biguaçu: 25,27 Km (7,46 km em obra)

São José: 10,26 Km (8,89 km em obra)

Palhoça: 14,24 Km (pequeno trecho em obra)

A obra em números

22 passagens superior (elevados, viadutos), sendo duas prontas e duas em execução

7 pontes, sendo duas prontas

4 túneis

6 trevos com elevados

200 máquinas

Operários oscilam de 550 a 600

Avanço dos trechos

Norte B                                               18.97% (de 7,46 km)

Intermediário 3                                    65,50% (de 4,14 km)

Intermediário 4                                    56,54% (de 4,75 km)

As informações foram publicadas originalmente no Notícias do Dia

Publicidade