Autopista será processada por dona de carro que fundiu motor na BR-101

Publicidade

A Autopista Litoral Sul  – concessionária que administra a BR-101 – será processada por Simone Salvador, que reside em São José, e fundiu o motor do seu automóvel GM Classic, após o carro parar em um alagamento formado após uma chuva, na saída 199 da rodovia, no sentido Norte. Ela disse, ao Biguá News, que o prejuízo ultrapassará com facilidade os R$ 2 mil. “Por enquanto já paguei  R$ 1.550,00 do motor e ainda tem o preço da mão de obra e de outras peças”, reclamou.

Conforme Simone, o fato ocorreu no sábado (30) à tarde. Ela transitava com o Classic no sentido São José – Biguaçu e precisou usar a saída para deixar a pista principal da 101. No entanto, fora pega de surpresa pela grande poça. “Eu recém havia saído da BR, sem visibilidade da situação em que se encontrava a marginal, acabei entrando no alagamento. Não havia muito o que pensar, uma vez que o tráfego de saída da rodovia estava intenso e não tive muitas chances de frear em pleno trânsito”, argumentou.

Continua após a publicidade

Salvador aduz que é de responsabilidade da Autopista o escoamento da água ou a manutenção de limpeza dos boeiros. Ressaltou ainda que frentistas de um posto de combustível que fica nas proximidades relataram ser frequente os alagamentos naquela saída quando chove forte. “O que não dá é ficar arcando com custos tão altos de reparos dos automóveis”, concluiu.

Pelo menos outros dois carros também teriam ficado ‘afogados’ na poça de água naquele dia. Os veículos seguiam atrás do Classic de Simone e os proprietários também sofreram prejuízos.

Fotos: Simone Salvador

Publicidade