Avaí e Ponte Preta empatam sem gols na Ressacada

Publicidade

Em jogo com muitas oscilações, Avaí e Ponte Preta ficaram no empate sem gols nesta noite de domingo, na Ressacada. Com boas intervenções dos goleiros, as equipes criaram algumas chances, mas não demonstraram muita inspiração pela 11ª rodada.

Joel, pelo lado azul, e Lucca, pelo lado alvinegro – as esperanças de gols do duelo -, bem que tentaram em situações individuais, mas pararam na falta de pontaria ou nas defesas de Douglas Fridrich e Aranha, que terminaram os 90 minutos sem serem vazados.

Continua após a publicidade

Friedrich foi apenas para seu segundo jogo como titular e novamente fez intervenções importantes. Três defesas difíceis e saiu com nome gritado após o apito final. Aranha, o outro lado, também fez seu papel, com duas. O desempenho de ambos praticamente decidiu o placar.

Vice-artilheiro do Brasileirão, o atacante Luca, da Ponte, foi o jogador mais incomodou a defesa avaiana. Finalizou setes vezes, levou perigo em quatro delas, mas não marcou seu oitavo gol na competição. Ainda roubou uma bola e se movimentou bastante

Já o árbitro Marcelo de Lima Henrique conseguiu irritar as duas equipes com interpretações controversas. Inverteu faltas e saídas de bola, mas não comprometeu o jogo, muito menos o placar. Auxiliar foi preciso ao assinalar o impedimento de Joel, em gol bem anulado no primeiro tempo. Na etapa final, torcida do Avaí reclamou de um pênalti, em jogada normal.

Publicidade