Base define presidentes da Câmara de Biguaçu entre 2017-2020

Publicidade

Acordo consensual entre os vereadores que compõem a base aliada do prefeito reeleito Ramon Wollinger (PSD) definiu os nomes dos presidentes da Câmara de Biguaçu para os próximos quatro anos, segundo informou, nesta segunda-feira, uma fonte de Biguá News no Poder Legislativo.

O vereador Ângelo Ramos Vieira (PSD) será o presidente durante o ano de 2017, seguido de Marconi Kirch (DEM) em 2018, Douglas Borba (PP) em 2019, e Salete Orlandina Cardoso (PR) em 2020. Os nomes de vice-presidente e de 1º e 2º secretários serão definidos antes de cada eleição.

Continua após a publicidade

Além dos quatro que presidirão a Casa de Leis na Legislatura 2017-2020, a base do prefeito também é composta por Manoel Airton Pereira, o “Bilico (PP); Fernando Duarte, o “Pissudo” (PP); Ednei Müller Coelho, o “Patê” (DEM); Adriano Luiz Vicente (PSD) e Elson João da Silva (PSD).

O consenso impede algum “racha” na base parlamentar do grupo que venceu as eleições de outubro. Outros vereadores chegaram a manifestar interesse em presidir a Câmara, como o Patê, mas a unidade do grupo foi posta em primeiro plano. Pela oposição, elegeram-se seis vereadores.

Câmara terá 11 vereadores reeleitos e quatro novatos

O perfil dos próximos presidentes

Ângelo Ramos Vieira tem 51 anos e foi reeleito para o seu segundo mandato com 1.304 votos (em 2012 teve 1.032). Ele é policial militar aposentado, tendo servido na Guarda Nacional, no Bope, Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) e na GRT de Biguaçu. Em 2015 e no começo de 2016, foi secretário de Saúde do município.

Marconi Kirch tem 52 anos e também foi reeleito para o segundo mandato. Em outubro de 2016 conquistou 961 votos (em 2012 foram 1.040). O democrata é engenheiro elétrico formado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e também é empresário. Nos últimos anos esteve secretário de Assistência Social de Biguaçu.

Douglas Borba, que tem 31 anos, também exercerá o segundo mandato, conquistado com 1.313 votos (em 2012 obteve 871). Ele é advogado. Formou-se em Direito pela Univali e especializou-se em Direito Público pela LFG de Florianópolis. Entre 2008 e 2012 foi secretário de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer de Biguaçu. Em 2016, Borba exerce o cargo de secretário da Mesa Diretora da Câmara.

Salete Orlandina Cardoso tem 51 anos e foi reeleita para o seu quarto mandato, garantido com 1.288 votos em outubro de 2016. Em 2012, ela recebeu 1.204 sufrágios; em 2008, fez 1.324 e, na primeira eleição, em 2004, obteve 892. Ela é servidora pública municipal licenciada. Cardoso já foi secretária de Cultura, Esporte, Turismo e Lazer de Biguaçu. Concorreu para deputado estadual em 2010 e 2014, sem conseguir vaga na Assembleia Legislativa. Em 2015, ela presidiu a Câmara Municipal.

 

Publicidade