Bélgica vira sobre o Japão com gol no minuto final e enfrentará o Brasil nas quartas

Publicidade

Gazeta Esportiva

A Bélgica mostrou porque é considerada uma das favoritas na Copa do Mundo e garantiu o passaporte para as quartas de final com um gol no último lance da partida. O time de Roberto Martínez saiu perdendo por 2 a 0, mas buscou a virada e bateu o Japão por 3 a 2 nesta segunda-feira, com gol aos 48 minutos do 2º tempo. Jan Vertonghen, Marouane Fellaini e Nacer Chadli fizeram os gols da classificação belga. Genki Haraguchi e Takashi Inui fizeram os tentos da equipe nipônica em Rostov.

Continua após a publicidade

Com o resultado, a seleção europeia irá enfrentar o Brasil nas quartas de final do Mundial da Rússia. O confronto contra a Seleção Brasileira será realizado na sexta-feira, ás 15 horas (de Brasília), em Kazan. Já os nipônicos voltam para a casa após quase conseguiram sua primeira classificação na história para as quartas.

Fellaini deixou sua marca (Foto: Reuters/Sergio Perez)

O jogo

Japão começou surpreendendo os belgas e pressionou a saída de jogo da equipe de Roberto Martínez, dificultando a troca de passes do seu adversário. A estratégia funcionou e, a um minuto. Kagawa finalizou, entretanto, a bola foi para fora. Mesmo com menos posse de bola, os Samurais Azuis iam para o ataque trabalhando com calma.

A equipe europeia encontrava uma marcação fui forte dos asiáticos, que conseguiam bloquear os chutes, e sua primeira oportunidade foi um arremate de fora da área de Witsel aos 15 minutos. Conforme o tempo passou, os Diabos Vermelhos passaram a conseguir ficar com a bola e pressionaram os seus adversários algumas vezes.

Uma das melhores chances da Bélgica foi aos 25 minutos. Após cruzamento, Lukaku recebeu a bola dentro da pequena área, contudo a marcação conseguiu atrapalhar o atacante do Manchester United e o goleiro Eiji Kawashima ficou com a bola, tirando o perigo.

Logo em seguida, aos 26, Hazard recebeu bola de fora e mandou uma bomba. O arqueiro japonês foi bem no lance e espalmou para a lateral. A resposta nipônica veio aos 30 minutos. Nagatomo fez uma boa jogada pela esquerda e cruzou. Inui cabeceou, mas a bola ficou na mão de Courtois.

Enquanto os belgas chegavam ao ataque e não conseguiram criar tanto perigo na reta final da primeira etapa, o Japão quase abriu o placar aos 44 minutos. Nagatomo cruzou, Osako tentou dominar e a bola foi em direção à meta dos europeus. Courtois foi mal e deixou a bola passar por baixo de sua perna, entretanto se recuperou no lance.

Publicidade