Biguaçu aplica dose de reforço da vacina contra Covid em idosos com idade a partir de 75 anos

Publicidade

Nesta sexta-feira, 24 de setembro, a Prefeitura de Biguaçu, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, disponibiliza a dose de reforço (3 ª dose) para idosos com idade igual ou superior a 75 anos, que tenham tomado a dose dois há mais de seis meses. A etapa também contemplará a primeira dose para pessoas com idade a partir de 15 anos, adolescentes com 12 anos ou mais com comorbidades, em fase gestacional, puerpério ou de amamentação e os demais grupos remanescentes.

A imunização ocorre em dois pontos: no Drive Thru, na Univali, com acesso pela Rua Prefeito Jorge Fernandes de Alcântara, bairro Universitário, e para pedestres na Uniasselvi, na Rua Frederico Bunn, nº 27, bairro Centro. O horário será das 9h às 16h.

Continua após a publicidade

Veja os documentos solicitados para cada grupo:

Idosos com 75 anos ou mais – documento de identificação com foto, CPF ou Cartão Nacional do SUS (se possuir) e comprovante de recebimento da segunda dose. 

Pessoas com 15 anos ou mais – documento de identificação com foto, CPF ou Cartão Nacional do SUS (se possuir) e comprovante de residência. Caso não tenha comprovante de residência em seu nome, basta ir à Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da residência para solicitar o cartão do posto. No caso de menores de idade, o comprovante pode ser em nome dos pais ou responsáveis.

Adolescentes com idade a partir de 12 anos com comorbidades – documento de identificação com foto, CPF ou Cartão Nacional do SUS (se possuir), comprovante de residência em nome dos pais ou responsáveis e cópia de declaração ou atestado médico que comprove a condição de deficiência, comorbidade e gestação. As puérperas e lactantes devem apresentar a certidão de nascimento da criança 

Grupos remanescentes – documento de identificação com foto, CPF, Cartão Nacional do SUS (se possuir), comprovante de residência e cópia de um documento que comprove a condição de público-alvo. Gestantes, puérperas e lactantes ainda devem levar declaração ou atestado médico com indicação da vacina contra o Coronavírus.

Os adolescentes devem estar acompanhados por um dos pais ou responsável ou levar autorização preenchida e assinada. O modelo está disponível na aba Covid-19. A lista com as condições de deficiência e comorbidades, elencadas pela nota técnica da Secretaria de Estado da Saúde Nº 0048/2021 GEDIM/DIVE/SUV/SES, também pode ser consultada nessa página.

Publicidade