Biguaçu inova na gestão pública e implanta sistema em nuvem

Publicidade

Assessoria

O município de Biguaçu, na região da Grande Florianópolis, com mais de 60 mil habitantes, modernizará os processos de gestão da administração pública por meio da implantação de um sistema em nuvem de última geração. A tecnologia é desenvolvida pela IPM Sistemas, sediada em Florianópolis, referência em soluções cloud computing para a gestão pública no País. O novo sistema estará em funcionamento, no prazo máximo de 90 dias, na Prefeitura de Biguaçu, na Fundação Municipal de Saúde e na Fundação Municipal de Meio Ambiente.

Continua após a publicidade

A tecnologia em nuvem representa um novo momento para a gestão pública no município, que anteriormente utilizava softwares em desktop, demandando investimentos em infraestrutura de informática e manutenção regular. “No caso do Atende.Net, por ser acessível pela internet, não há necessidade de instalação de softwares específicos. Os servidores municipais de Biguaçu poderão utilizá-lo por meio de qualquer navegador da web, inclusive a partir de tablets e smartphones. Além disso, a prefeitura reduzirá gastos com infraestrutura de informática, ganhará agilidade com a base de dados unificada, terá alta disponibilidade do sistema e segurança na realização dos procedimentos administrativos”, destaca Aldo Luiz Mees, diretor-presidente da IPM Sistemas.

O Atende.Net será será utilizado em várias áreas da Prefeitura de Biguaçu, tais como gestão orçamentária, contabilidade, finanças, compras, licitações, contratos, frota de veículos, patrimônio, almoxarifado, protocolo, processo digital e serviços ao cidadão, como o Portal da Transparência e o Portal do Cidadão. O sistema unifica a base de dados de todas os setores, a partir do cadastro único de informações, o que facilita a gestão pelo administrador público.

No Brasil, mais de 100 prefeituras, câmaras de vereadores, autarquias e fundações municipais já migraram seus sistemas para a ferramenta Atende.Net. Outros municípios e entidades catarinenses já utilizam a tecnologia cloud computing na gestão pública, como Palhoça, Brusque, Concórdia, Indaial, Timbó, São Francisco do Sul, Pomerode, Balneário Piçarras, Rio do Sul, dentre outros.

Publicidade