Biguaçu suspende a vacinação de gestantes após recomendação da Anvisa

Publicidade

A vacinação de gestantes com comorbidades contra a COVID-19 em Biguaçu, prevista para ser iniciada nesta terça-feira (11), está suspensa. A decisão da Secretaria Municipal de Saúde foi tomada após a publicação de nota técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) na noite de segunda-feira (10), publicada às 22h30, orientando a suspensão da vacinação de grávidas com o imunizante AstraZeneca/Oxford/Fiocruz.

A Secretaria Municipal de Saúde informa que não tem em estoque quantitativo de doses da Coronavac/Sinovac/Butantan para esse grupo e que a última remessa recebida via Ministério da Saúde e Secretaria de Estado da Saúde está sendo utilizada para a aplicação da segunda dose em idosos com 66 anos ou mais, que ocorre nesta terça-feira, das 8h às 17h, no sistema Drive Thru, na Univali, bairro Universitário, e para pedestres na Igreja São João Evangelista, Praça Nereu Ramos, no Centro.

Continua após a publicidade

Já a aplicação das doses em puérperas (até 45 dias após o parto) seguirá sendo realizada normalmente nesta terça-feira e amanhã (12), conforme cronograma divulgado pela Prefeitura na semana passada, que abrange os grupos prioritários da primeira etapa de pessoas com comorbidades de 18 a 59 anos (veja abaixo).

A vacinação desses grupos teve início na segunda-feira para pessoas com Síndrome de Down e transplantados de órgãos sólidos ou de medula óssea. A aplicação do imunizante está ocorrendo das 8h às 18h na Policlínica Municipal, na Rua Vereador Emídio Amorim Veríssimo, 114, bairro Praia João Rosa.

Cronograma de vacinação de pessoas com comorbidades:

Terça-feira (11/05) – Puérperas (até 45 dias após o parto) com comorbidades, maiores de 18 anos

Quarta-feira (12/05) – Puérperas (até 45 dias após o parto) com comorbidades, maiores de 18 anos

Quinta-feira (13/05) – Pessoas contempladas com o Benefício de Prestação Continuada (BPC), de 18 a 59 anos

Sexta-feira (14/05) – Remanescentes (pessoas dos grupos descritos acima que não puderam comparecer nas datas anteriores)

Veja a íntegra do comunicado da Anvisa:

A Anvisa recomendou nesta segunda-feira (10/5) a suspensão imediata do uso da vacina Covid da AstraZeneca/Fiocruz em mulheres gestantes. A orientação está em nota técnica emitida pela agência.

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). A orientação é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas Covid em uso no país.

O uso “off label” de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra Covid da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica.

Publicidade