Biguaçu tem meta de vacinar 11,3 mil contra gripe; sábado é o ‘Dia D’

Publicidade

Dicom – Este sábado, dia 12 de maio, é o “Dia D” de mobilização nacional da 20ª Campanha de Vacinação contra a Gripe. As Unidades Básicas de Saúde (postos) e a Policlínica Municipal estarão funcionando das 8h às 17h para aplicação da vacina nas pessoas que integram os grupos prioritários, que são estabelecidos pelo Ministério da Saúde.

Em Biguaçu, a Secretaria Municipal de Saúde espera imunizar um total de 11.356 pessoas. Já foram vacinadas 3.039, o que representa uma cobertura de 26,76%. Quem não puder comparecer neste sábado para receber a vacina, poderá procurar a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência até 1º de junho, quando encerra a campanha nacional, iniciada no dia 23 de abril.

Continua após a publicidade

A população-alvo que tem direito à vacina é composta por:

– Crianças de seis meses até menores de cinco anos;

– Gestantes;

– Puérperas (até 45 dias após o parto);

– Indivíduos com 60 anos ou mais;

– Trabalhadores de saúde;

– Povos indígenas;

– Professores do ensino infantil, fundamental e médio e de universidades públicas e privadas;

– População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional;

– Portadores de doenças crônicas não transmissíveis ou condições clínicas especiais.

Leia também:

Prefeito propõe parceria com Estado para abrir maternidade em Biguaçu

Mulher morre de gripe H1N1 em Santa Catarina após duas semanas internada

Para receber a dose, é necessário levar um documento de identificação e a carteirinha de vacinação (caso não tenha a carteirinha poderá ser feita na hora). Portadores de doenças crônicas devem apresentar prescrição médica com indicação da vacina ou caso sejam cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS, podem se dirigir aos postos em que estão registrados sem a necessidade da prescrição.

Já os professores têm de apresentar comprovante de vínculo com uma instituição de ensino e os trabalhadores de saúde precisam apresentar carteira de identificação profissional.

Saiba mais

A gripe é uma doença respiratória aguda, causada pelo vírus Influenza e mais comum de ocorrer nos meses de frio (por isso a vacinação é realizada nos meses que antecedem a chegada do inverno). Os sintomas, em geral, são: febre, calafrios, tosse (que pode ser seca ou com expectoração), dor de cabeça, cansaço, dor muscular e/ou nas articulações, coriza e dor de garganta.

O vírus é transmitido de pessoa a pessoa, principalmente por meio da tosse ou do espirro e também pelo contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas ao tocar superfícies contaminadas e depois levar a mão ao rosto.

A vacina contra Influenza tem por objetivo evitar os casos graves e os óbitos e por isso o Brasil, assim como todos os países que usam essa vacina, segue a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) de vacinar os grupos com maior vulnerabilidade para as complicações.

Na sua grande maioria, os casos de gripe são casos leves e que se resolvem espontaneamente sem sequelas ou complicações. Entretanto, nos grupos mais vulneráveis, o caso pode se complicar e gerar outras doenças graves, como a pneumonia bacteriana.

Publicidade