Casan atualiza andamento de ações para contribuir com despoluição do Norte da Ilha

Publicidade

A partir da distribuição de informativos para moradores do Norte da Ilha e em seus principais canais de comunicação, a Casan está divulgando e atualizando o andamento de cada uma das ações voltadas a contribuir com o processo de despoluição do Norte da Ilha.

Quase todas as medidas estão em andamento desde o início do ano, com iniciativas que já foram apresentadas à Justiça Federal, ao Ministério Público Federal, a órgãos ambientais e a entidades relacionadas ao turismo. Os moradores receberão em casa o prospecto com o resumo de cada ação e seu andamento.

Continua após a publicidade

A construção de uma Estação de Tratamento de Esgotos Compacta, elevando a capacidade de depuração em Canasvieiras em mais cem litros por segundo (para tratar basicamente água de chuva oriunda das ligações irregulares), assessoria técnica gratuita, implantação de uma Unidade de Recuperação Ambiental no Rio do Braz e a manutenção dos canais dos rios estão entre as 15 principais ações em execução pela Companhia.

Para fazer a prestação de contas aos moradores de Florianópolis, a companhia também usa o site www.casan.com.br, o hotsite da Campanha Trato pelo Saneamento e sua página oficial noFacebook. Outros detalhes podem ser obtidos também pelos fones (48) 3221-5035 e 3221-5036.

“A distribuição do material aos moradores do Norte da Ilha é mais uma forma de mostrar à população tudo o que estamos fazendo e buscar a colaboração de todos, pois a Casan sozinha não resolverá uma situação que é complexa e histórica”, diz o presidente da companhia, Valter Gallina.

À frente da operação instalada na empresa desde janeiro para contribuir com a despoluição do entorno do Rio do Braz, Gallina reforça os três passos fundamentais para a balneabilidade das praias.

“A rede de coleta e tratamento de esgotos, uma responsabilidade da Casan, é crucial, mas é apenas um dos requisitos para que uma praia seja considerada própria para banho”, complementa, lembrando que ligações adequadas dos imóveis à rede (uma responsabilidade da população) e o sistema de macrodrenagem para escoar a água das chuvas (responsabilidade da Prefeitura) são as outras duas medidas essenciais para que a região recupere gradativamente sua qualidade ambiental.

Todas as ações em andamento estão sendo realizadas em conjunto com a Prefeitura. Os bairros de Canasvieiras e Cachoeira do Bom Jesus são contemplados com 100% de rede de coleta de esgoto.

Conheça as 15 principais ações:

AÇÕES PARA CONTRIBUIR COM A DESPOLUIÇÃO

Nova Estação de Tratamento de Esgoto em Canasvieiras
Descrição: Modelo compacta, capacidade 100 litros/segundo
Investimento: R$ 8 milhões
Estágio atual: empresa vencedora da licitação (Fast) já está construindo na fábrica a estação compacta. No terreno de Canasvieiras, onde opera a estação do bairro, foram iniciadas as fundações para receber esta nova estrutura
Prazo: Início de operação previsto para dezembro 2016
Objetivo: durante o período de verão, esta estação vai tratar basicamente água da chuva, oriunda das ligações irregulares

Teste de Fumaça / Videoinspeção
Descrição: inspeção com fumaça e vídeo (com robô acoplado) em 42 quilômetros de rede de esgoto na região de Canasvieiras e Cachoeira do Bom Jesus
Investimento: R$ 359 mil
Estágio atual: Casan começa em outubro a lacrar todas as ligações irregulares encontradas
Prazo:  inspeções já realizadas
Objetivo: diagnóstico mais fiel das eventuais irregularidades que comprometem as redes de esgoto e de drenagem do Norte da Ilha

Caminhões Limpa Fossa / Ônibus de Turismo
Descrição: definição de critérios mais rigorosos para credenciar Caminhões Limpa Fossa, enquadramento de Ônibus de Turismo e Motorhomes e alinhamento com órgãos envolvidos na fiscalização (Prefeitura, Floram, Fatma, Vigilância Sanitária, Guarda Municipal, Polícia Militar, Rodoviária e Ambiental), conforme reunião conjunta realizada em 14/9 na sede da Casan.
Estágio atual: empresas do setor já foram comunicadas dos novos critérios de credenciamento
Prazo: edital com regras novas pronto para publicação. Postos de combustíveis aptos a receber dejetos de ônibus e motorhomes serão habilitados em outubro.
Objetivo: reforçar a obrigatoriedade da licença ambiental expedida pela Fatma, criar a obrigatoriedade de rastreador veicular, dar maior visibilidade do credenciamento na carroceria dos veículos e regulamentar ônibus e motohomes que descarregavam banheiros dos veículos em locais impróprios

Unidade de Recuperação Ambiental (URA) Rio do Braz
Descrição: A Casan projeta instalar um equipamento para complementar o tratamento de esgoto e reforçar a limpeza da água historicamente poluída do Rio do Braz.
Estágio atual: Foi definida a localização da URA em terreno do Sapiens Park. A equipe da Floram já foi consultada e concordou. O projeto foi submetido à apreciação da Justiça Federal em Audiência realizada em 30/9. Em conjunto com ICBBIO, Justiça vai avaliar.
Prazo: O início da instalação está previsto para outubro. Operação da URA a partir de dezembro para atuar durante o ano todo.
Objetivo:  em paralelo às demais ações que visam evitar novos eventos de poluição do Rio do Braz, a URA irá coletar e tratar resíduos poluentes diretamente do rio, contribuindo para recuperação da água cuja contaminação é registrada há mais de 40 anos.

Manutenção dos canais em rios do Norte da Ilha
Descrição: Em parceria com a Prefeitura, está sendo feita a limpeza dos canais de drenagem da Bacia dos rios Papaquara e do Braz
Investimento: R$ 295 mil
Estágio atual: em execução pela Prefeitura.
Prazo: Antes do início da temporada de verão
Objetivo: melhorar as condições de escoamento das águas pluviais da região para reduzir os impactos negativos do desaguamento da água da chuva nas praias

Limpeza no Rio do Braz
Descrição:  Remoção de material (lixo) carreado pelas chuvas e pelas redes de drenagens para o leito ou para as margens do rio
Estágio atual: A Casan e a Prefeitura solicitaram autorização da Justiça Federal, cuja resposta poderá ser dada em Audiência marcada para 30/9.
Prazo: a operação de limpeza começa assim que for concedida a autorização
Objetivo: melhoria geral das proximidades, tanto da qualidade e do aspecto da água, bem como das margens do Rio do Braz

Estudo Ambiental Simplificado (EAS) para desassoreamento do Rio do Braz
Descrição: Estudo Ambiental Simplificado (EAS) para orientar critérios e diretrizes de ações de desassoreamento do Rio do Braz visando a melhoria do aspecto do rio e recuperar a sua capacidade de acumular água. Este estudo será avaliado ainda pela Floram e pela Justiça Federal.
Investimento: R$ 165 mil
Estágio atual: propostas de empresas concorrentes à licitação estão sendo analisadas tecnicamente.
Prazo: início em outubro e conclusão em 180 dias
Objetivo: começar a reverter o histórico de poluição do rio, uma contaminação que tem mais de 40 anos segundo moradores da região

Assessoria Técnica Gratuita
Descrição: A Casan oferece assessoria gratuita desde janeiro com técnicos e engenheiros da Companhia para informações por telefone ou, quando necessário, visitas de campo
Investimento: recursos e equipes próprias da Casan
Estágio atual: serviço permanece à disposição pelo telefone (48) 3271.4510
Prazo: ação permanente
Objetivo: permitir que a população possa proceder de maneira correta no momento de fazer a ligação de seu imóvel à rede pública de esgoto

Linha de Crédito Casan/Caixa Federal
Descrição: Linha de crédito de até R$ 5 mil para a compra de materiais de construção na obra de ligação à rede de esgoto e pagamento de profissionais, como instaladores hidráulicos e engenheiros para este serviço específico
Estágio atual: Caixa Federal faz análise de Risco da carteira de usuários da Casan para definir a modelagem operacional do cartão de crédito
Prazo: lançamento previsto para novembro ou dezembro
Objetivo: auxiliar financeiramente os proprietários de imóveis na contratação de profissionais habilitados ou na compra de material de construção para a obra de esgoto

Incremento ao Programa “Floripa, Se Liga na Rede”
Descrição: ampliar ainda mais atuação da Casan junto ao Programa “Floripa Se Liga na Rede”, que é coordenado pela Prefeitura Municipal.
Investimento: equipes próprias da Casan
Estágio atual: a equipe da Casan que era de apoio, com 2 técnicos, passou a ter 6 componentes fixos: 3 fiscais de campo, 1 instalador hidráulico, 1 técnico em saneamento 1 engenheiro dedicado ao Programa
Prazo: ação em execução e permanente
Objetivo: fortalecer o processo de conscientização e fiscalização para reduzir o alto percentual (sempre acima de 50%) de imóveis com ligações de esgoto irregulares nesta região da cidade

OUTRAS SEIS MEDIDAS JÁ ADOTADAS NO ANO DE 2016

Desativação definitiva do Extravasor Rio do Braz em 04/01/16.

Implantação de emissário terrestre para levar dejetos com água da chuva à Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) de Canasvieiras: 800 m de tubulação.

Desativação de todos os extravasores do Norte da Ilha.

Ampliação da capacidade de bombeamento de todas as Estações Elevatórias de Esgoto (EEE) do Norte da Ilha, inclusive a EEE localizada junto ao Rio do Braz.

Colocação de geradores em todas as Estações Elevatórias de Esgoto do Norte da Ilha.

Reforço na segurança da Estação Elevatória do Rio do Braz, com muro de concreto, cerca elétrica e câmera de monitoramento para evitar atos de vandalismo como o registrado em 31/12/15, quando equipamento do gerador foi furtado.

Sobre balneabilidade

Os três passos fundamentais para uma praia ser considerada própria para banho:

Rede de esgoto com coleta e tratamento (responsabilidade da Casan)

+ ligações regulares e adequadas dos imóveis à rede de esgoto (responsabilidade da população)

+ execução de macrodrenagem para escoamento da água das chuvas (responsabilidade da Prefeitura)

Resultado = melhoria da balneabilidade

Mais informações para a imprensa:
Gerência de Comunicação Social da Casan

Publicidade