Casan diz que nova adutora vai acabar com falta de água em Biguaçu

Publicidade

A Companhia Catarinense de Água e Saneamento (Casan) emitiu nota, nesta segunda-feira de manhã, pedindo desculpas aos consumidores de São José e Biguaçu pelo desabastecimento que ocorreu durante a sexta-feira, sábado e domingo, devido à obras de interligação de adutoras na região de Forquilhinhas, em São José. Cerca de 30 funcionários da concessionária instalaram uma conexão em “Y” para o sistema receber água de uma nova adutora de 1.200 milímetros (1,2 metro de diâmetro).

Devido à interrupção no abastecimento, vários bairros de Biguaçu ficaram sem água no fim de semana. “Para os moradores de Biguaçu pode-se dizer que os transtornos dos últimos três dias serão compensados com um melhor abastecimento já a partir deste Verão, já que a conclusão da adutora 1.200 mm solucionará problemas históricos”, pontua a Casan, em nota da assessoria de comunicação.

Continua após a publicidade

A obra – uma das mais complexas operações da companhia – está concluída com o restabelecimento do Sistema de Abastecimento de Água da Região Metropolitana. O serviço – que foi realizado para interligar a nova adutora – se encerrou ainda na sexta-feira à noite, mas boa parte do município de Biguaçu e o entorno da Bacia do Itacorubi, em Florianópolis, ficaram com baixa pressão e baixa vazão de água durante o fim de semana.

Leia: Casan interromperá fornecimento na região central de Florianópolis para interligar adutora

A interligação de sexta-feira foi a penúltima parte de implantação de 15,6 quilômetros desta grande rede. O traçado da Adutora 1.200 mm se estende desde a Estação de Tratamento de Água localizada do Morro dos Quadros, em Palhoça, até a entrada da Capital.

Nova adutora está em fase final de implantação (Foto: Assessoria)

A complexidade do trabalho

As fotos dão uma ideia da grandiosidade das peças e das escavações necessárias (a cerca de 4 metros de profundidade), bem como os cuidados extras de escoramentos que tiveram de ser tomados. A peça principal, em formado de “Y”, era maior do que a carroceria de um caminhão. Foram 24 horas ininterruptas de trabalho, das 5h da madrugada de sexta às 5h de sábado, na pista marginal da BR-101, na altura do bairro Forquilhinhas, em São José.

As informações são da Casan.

Publicidade