Chapecoense perde para o River Plate

Publicidade

Diante de um Monumental de Nuñez lotado, com mais de 50 mil torcedores e barulho ‘ensurdecedor’, o River Plate  venceu a Chapecoense por 3 a 1, nesta quarta-feira à noite, no primeiro – de dois jogos – duelo das quartas de final da Copa Sul-Americana. A volta será na próxima quarta-feira, 28 de outubro, na Arena Condá, em Chapecó. E para conseguir uma classificação histórica para a semifinal da competição, o time catarinense precisará vencer por 2 a 0, ou com saldo de três, caso o clube argentino marque gols.

Chapecoense foi envolvida pelo River Plate no Monumental de Nuñez
Chapecoense foi envolvida pelo River Plate no Monumental de Nuñez

O jogo:

Continua após a publicidade

A partida inédita e histórica para a Chapecoense começou com pressão dos argentinos. Aos 19 minutos, contra-ataque rápido do River e Carlos Sánchez concluiu no canto direito de Danilo. Atrás no marcador, o Verdão passou a ocupar mais espaço no setor ofensivo e a resposta saiu aos 36 minutos. Depois de ganhar duas vezes pelo alto, com Túlio de Melo e Wiliam Barbio, a bola sobrou na direita para Maranhão que tocou entre as pernas do goleiro Barovero para deixar tudo igual. 1 a 1 foi o placar da primeira etapa.

No segundo tempo, incendiado pela torcida que cantou o tempo todo, o River Plate se lançou ao ataque novamente. Com bola rolando, a Chape deteve as investidas argentinas, mas foi de bola parada que o River passou a frente. De perna esquerda, aos 17 minutos, Pisculichi acertou o ângulo direito de Danilo e fez o segundo. Aos 40 minutos, após confusão na área e defesa parcial de Danilo, a bola acabou sobrando para Carlos Sánchez, em posição duvidosa, fazer o segundo dele e sacramentar a vitória do River Plate, por 3 a 1.

Publicidade