Colombo inaugura subestação de energia e entrega reforma em escolas de Palhoça

Publicidade

Secom

O governador Raimundo Colombo e o presidente da Celesc, Cleverson Siewert, inauguram a Subestação Palhoça Pinheira, que soma investimentos de R$ 5,7 milhões, nesta segunda-feira, dia 7, às 14h30. Ainda em Palhoça, Colombo entrega a reforma de duas escolas estaduais.

Continua após a publicidade

Com capacidade instalada de 26,67 MVA, a nova subestação é interligada à Linha de Transmissão que liga a Subestação Jorge Lacerda, em Tubarão, à Subestação Palhoça, pertencentes ao sistema Eletrosul. A estrutura está projetada ainda para abrigar a instalação de outros dois transformadores de 26 MVA, viabilizando, assim, condições para expansão futura de sua capacidade técnica.

A obra beneficia principalmente a região sul de Palhoça, melhorando o fornecimento de energia para os bairros de Pinheira, Praia do Sonho, Guarda do Embaú, Ponta do Papagaio, Praia de Fora e Enseada do Brito, onde vivem mais de 40 mil pessoas e circulam cem mil turistas durante os meses de verão: “A nova subestação aumenta a capacidade de fornecimento de energia em 43% para a região, garantindo mais confiabilidade e o atendimento a acréscimos futuros de carga”, afirma o presidente Siewert.

Nos últimos anos, diversas ocorrências na região foram provocadas por problemas na linha de distribuição que, por estar situada às margens da BR-101, desde o trevo de Palhoça até a entrada da Praia do Sonho, era vulnerável a abalroamentos e problemas com a vegetação: “A Linha de Transmissão que liga a nova subestação ao sistema elétrico é composta por estruturas metálicas mais robustas e com traçado menos suscetível ao fluxo de veículos da BR-101, e também com menor possibilidade de desligamento pelo contato com a vegetação”, afirma o chefe da Divisão Técnica da Agência Regional Florianópolis, Adriano Luz.

Antes da obra, o fornecimento de energia elétrica para a região estava sendo feito por uma subestação com capacidade transformadora de 18,8 MVA. Essa subestação foi construída em 2008, com investimentos de R$ 2,5 milhões, e refletiu em melhoria significativa do fornecimento de energia à região. Com a energização da nova subestação, a unidade foi parcialmente desativada no final de dezembro.

Neste início de ano, a Celesc Distribuição concluiu cinco novas subestações: SE Tangará (Meio-Oeste), SE Concórdia (Meio-Oeste), SE Palhoça Pinheira (Litoral), SE Presidente Getúlio (Alto Vale Itajaí) e SE Santa Cecília (região serrana), que integram o plano de investimentos do período 2011-2015. Com recursos de R$ 55 milhões, as obras promovem aumento de 2% na capacidade total instalada na área de concessão da Celesc.

Energia

O município de Palhoça integra a área de atuação da Agência Regional Florianópolis, na qual foram feitos investimentos de R$ 50 milhões em Alta Tensão, no período 2011-2015, que incluíram a ampliação da capacidade transformadora de duas subestações na Grande Florianópolis, Ilha Norte e Roçado, e a Subestação Portobelo, em Tijucas, com a instalação de transformadores de maior potência (40 MVA).

Entre as grandes obras de melhoria, estão a revitalização da Subestação Ilha Centro, na Capital, com conversão da rede aérea para subterrânea, modernização dos equipamentos e a conclusão de nova Linha de Transmissão de 138 kV (LT Trindade – Ilha Norte), com 19,6 km de extensão e custo total de R$ 20,9 milhões.

Nos próximos anos, a Celesc prevê a expansão do sistema na região da Grande Florianópolis com novas subestações: SE Florianópolis Ingleses (em obras), SE São José Real Parque, SE Palhoça II e SE Florianópolis Capoeiras. Também estão em estudo a SE Governador Celso Ramos, SE Florianópolis Saco dos Limões e a SE Florianópolis Saco Grande.

Escolas

O governador e o secretário de Estado da Educação, Eduardo Deschamps, reinauguram as escolas Padre Vicente Ferreira Cordeiro e Professora Nicolina Tancredo. As escolas foram totalmente revitalizadas, o que abrange reforma e ampliação. As solenidades ocorrem nesta segunda, às 15h30 e às 16h50, respectivamente.

A EEB Padre Vicente Ferreira Cordeiro recebeu reforma geral em sua área de 2.127,80 metros quadrados. O investimento foi de R$ 3.176.110. Além do visual geral da escola, outros aspectos melhoraram o cotidiano dos 725 alunos, como o refeitório, a acessibilidade com instalação de elevador, construção de rampa coberta e fraldário e o ginásio de esportes.

A EEB Professora Nicolina Tancredo recebeu o investimento de R$ 3.504.340,24. Foram construídos auditório, refeitório e cozinha, além de toda reforma na escola e quadra de esportes. Cerca de 700 alunos foram beneficiados com a reforma e ampliação.

Publicidade