Com mais de 100 participantes, maratona de programação termina neste domingo

Publicidade

A maratona de programação Hackathon #DesenvolveSC, promovida pelo Governo do Estado em parceria com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), vai até domingo, 18, e reúne em Florianópolis cerca de 100 pessoas, entre participantes, programadores, mentores, palestrantes e patrocinadores, para desenvolver aplicativos para beneficiar o cidadão, aproximando as ações públicas da sociedade. A abertura foi nesta sexta-feira, 16, no Centro de Informática e Automação de Santa Catarina (Ciasc).

“Este projeto tem sido trabalhado há muito tempo e hoje estamos materializando nosso propósito, de que o Governo precisa estar mais presente na vida das pessoas. Esta ação, que está sendo realizada em conjunto com as universidades e os empresários, vai trazer muitos benefícios para todos nós catarinenses”, salientou o presidente do Ciasc, Luiz Antônio da Costa Silva.

Continua após a publicidade

Foram formadas 10 equipes que têm até às 15h de domingo para desenvolverem projetos nas áreas de Desenvolvimento Econômico, Sustentabilidade e Meio Ambiente e Inovação. O resultado será apresentado no mesmo dia, às 18h, e as três melhores propostas receberão R$ 5 mil cada.

As equipes são auxiliadas por mentores, que apontam melhorias nos aplicativos, principalmente com enfoque na proposta de valor, nos concorrentes e seus diferenciais, na tecnologia que está sendo utilizada, na usabilidade e na sustentabilidade dos mesmos.

O professor de Design da UFSC, Julio Teixeira, destaca que para os participantes, na maioria estudantes, o Hackathon #DesenvolveSC é uma oportunidade de interação com diversas áreas e de valorização das práticas do cotidiano. “A ideia é levar o aluno para fora da sala de aula, executar o projeto e, sobretudo, deixar um legado para a sociedade”, reforçou.

O evento conta com apoio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS) e da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação de Santa Catarina (Fapesc), com patrocínio da ND Digital, Neuron Consultoria, WI Engenharia, Softplan e Teltec Solutions.

Inovação e Criatividade

A palestra de abertura foi proferida pelo professor, pesquisador, empreendedor e líder criativo, Americo da Conceição Mateus. Membro e coordenador do grupo de pesquisa aplicada IDEAS(R)EVOLUTION na Universidade Europeia /IADE – Universidade Criativa de Portugal, ele falou sobre sua experiência com a criação de projetos e apresentou modelos de negócios de sucesso.

Com o título Slow Design Thinking, Americo deu dicas sobre como começar o processo criativo. “Hoje, as grandes ideias são para resolver problemas sociais, isso está intrínseco”, afirmou. Segundo ele, o primeiro passo é nivelar o conhecimento do grupo de trabalho, em seguida analisar os consumidores e identificar o problema, antes de criar o projeto. “Saiam da zona de conforto, não criem barreiras criativas. Arrisquem!”, incentivou o professor.

Michelle Nunes
Assessoria de Imprensa

Publicidade