Comissão é formada para iniciar projeto de restauração da Igreja Nossa Senhora da Piedade

Publicidade

A Igreja Nossa Senhora, no Bairro Armação da Piedade, em Governador Celso Ramos, recebeu, na tarde de quarta-feira (28), moradores do bairro e autoridades municipais em uma reunião com o objetivo apresentar o projeto de restauração dessa construção histórica católica e formar uma comissão que participará desse projeto. Também compareceram ao encontro, secretários municipais e o prefeito Marcos Henrique da Silva.

Foto: Assessoria

O encontro foi conduzido pela arquiteta Lilian Mendonça, mestra em Engenharia Civil pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e especialista em Gestão do Patrimônio Cultural Integrado ao Planejamento Urbano da América Latina – Cátedra UNESCO pela Universidade Federal de Pernambuco (2003).

Continua após a publicidade

A especialista explanou sobre as fases de restauração de um patrimônio histórico e explicou como funcionará e as responsabilidades da comissão mista de seis pessoas eleitas, composta por representantes do bairro e da administração municipal.

Esse grupo será responsável por dar início ao projeto de restauração, articular ações para captar recursos junto ao Estado, à União e outros entes, e prestar informações visando dar transparência às atividades. Depois de eleita, a comissão tem uma reunião marcada para o dia 4 de agosto.

Sobre a Igreja Nossa Senhora da Piedade

A igreja fica localizada no Bairro Fazenda da Armação e começou a ser construída em 1738 e concluída em 1745. Sua construção possui estilo colonial português, mantendo as características arquitetônicas das igrejas setentistas, com frontão triangular.

Tombada pelo Estado, é tida como a primeira igreja edificada em Santa Catarina, no século XVIII, ainda utilizando óleo de baleia na argamassa, e localizada ao lado das ruínas da antiga Armação da Piedade. Em 1839, a Armação da Piedade foi incorporada à Marinha. Atualmente é núcleo de pescadores que conservam principalmente aspectos tradicionais da pesca artesanal.

Em 1875, o imperador Dom Pedro II enviou uma equipe de pesquisadores para fazer um relatório de avaliação sobre as condições das edificações construídas onde hoje é o bairro Armação da Piedade.

A Igreja Nossa Senhora da Piedade recebeu trabalhos de restauração na década de 1980, quando foi tombada pelo Patrimônio Histórico do Estado de Santa Catarina, e em 2005.

Publicidade