Comunidade acadêmica da Udesc vai às urnas nesta quarta para escolher novos reitor e vice

Publicidade

A comunidade acadêmica da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) escolherá os novos reitor e vice-reitor da instituição na eleição desta quarta-feira (21), das 9h às 21h. Os locais com urnas eletrônicas da Justiça Eleitoral já podem ser vistos em www.udesc.br/eleicao2015.

Duas chapas disputam a Reitoria da Udesc para a gestão 2016-2020: Chapa 10 – Udesc PorTod@s>;, de Marcus Tomasi para reitor e Leandro Zvirtes para vice; e Chapa 20 – Atitude Para Mudar. Unir Para Realizar, de Paulo Cassol para reitor e Oséias Pessoa para vice. A informação é da assessoria.

Continua após a publicidade

Antes de assinar a lista e votar, cada eleitor deverá se identificar com um documento de identidade oficial com foto junto à mesa eleitoral receptora. Todas as regras da eleição estão disponíveis no edital, conforme a Resolução nº 022/2015 do Conselho Universitário (Consuni).

O pleito, de voto direto e secreto, será formado pelo seguinte colégio eleitoral, estabelecido pelo artigo 70 do Estatuto da Udesc:

  • Professores que estejam em exercício do cargo de provimento efetivo;
  • Técnicos que estejam em exercício do cargo de provimento efetivo;
  • Alunos que estejam regularmente matriculados nos cursos presenciais de graduação e pós-graduação stricto sensu.

Além disso, poderão votar os servidores (professores e técnicos) que estiverem em licença-prêmio, licença-saúde, férias ou no gozo legal das prerrogativas abaixo relacionadas por estarem no efetivo exercício do cargo:

  • Frequência a cursos de pós-graduação em nível de especialização, mestrado, doutorado e estágio pós-doutorado no País ou no exterior;
  • Exercício de funções como visitante em outras instituições de ensino ou pesquisa, nacionais ou estrangeiras, quando do interesse da Udesc;
  • Realização de estágios, pesquisas, participação em congressos e eventos semelhantes, quando do interesse da Udesc;
  • Exercício de cargo de provimento em comissão ou função de confiança nos governos federal, estaduais e municipais.

O edital da eleição não permite voto por procuração ou correspondência e tampouco admite voto cumulativo. Caso o eleitor integre mais de um segmento do colégio eleitoral, serão aplicados os seguintes critérios:

  • Professor e técnico: vota como professor;
  • Professor e aluno; vota como professor;
  • Professor, técnico e aluno: vota como professor;
  • Técnico e aluno: vota como técnico;
  • Aluno e aluno: vota na matrícula mais antiga.

Apuração e resultado

A apuração das urnas nos centros e na Reitoria será realizada por comissões escrutinadoras, cada uma com três membros indicados pela Comissão Eleitoral Central, e terá caráter público, iniciando a partir das 21h30 do dia da eleição.

O resultado será calculado de forma que os votos dos professores representem 50%; os dos técnicos, 25%; e os dos alunos, 25%. Computados os votos, será apurado o coeficiente eleitoral de cada candidato (confira como é feito o cálculo no artigo 48 do edital).

Depois do resultado final, a Comissão Eleitoral Central providenciará a lavratura da ata com relatório circunstanciado do processo eleitoral e encaminhará todo o material ao atual reitor da Udesc, Antonio Heronaldo de Sousa, para submissão à homologação do Consuni e, na sequência, ao governador do Estado, Raimundo Colombo, para fins de nomeação e posse, que ocorrerá em abril de 2016.

Publicidade