Cursos de Medicina e Direito possuem as notas de corte mais altas do Sisu

Publicidade

Os cursos de medicina e direito estão entre os que têm notas de corte mais elevadas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), divulgadas na manhã de hoje (13). A nota de corte é a nota mínima necessária para o estudante ter a chance de ficar entre os potencialmente selecionados para o curso.  As mais altas nesse primeiro dia foram os cursos de Medicina na UFRJ 824,53; na UFC,  790,72; na UnB, 831,71 e na UFPR, 824,53 – todos na modalidade ampla concorrência.  Já no Direito, na UFRJ é 787,47; na UFC é 756,22; na UnB 755,97 e na UFPR, 795,25.

As primeiras notas de corte foram divulgadas ontem (12) pelo Ministério da Educação e hoje elas foram atualizadas de acordo com a procura dos candidatos. A última nota de corte será divulgada amanhã (14) a partir das 9h. O estudante pode fazer a busca pela nota por instituição, pelo curso ou por município.

Continua após a publicidade

Divulgada diariamente no portal do Sisu, a nota de corte varia sempre, pois é calculada com base no número de vagas disponíveis e no total de candidatos inscritos para aquele curso, por modalidade de concorrência. O número é apenas uma referência para o candidato monitorar sua inscrição e não garante seleção para as vagas oferecidas.

Durante o período de inscrição, o candidato também pode consultar, em seu boletim, sua classificação parcial na opção de curso escolhido. A classificação parcial é calculada a partir das notas dos candidatos inscritos na mesma opção. Ela também é apenas uma referência para o estudante.

Na primeira edição de 2016 do Sisu foram oferecidas 228 mil vagas em 131 instituições de ensino públicas. Os cursos com maior oferta de vagas são engenharia, pedagogia e administração.

As inscrições para o Sisu encerram às 23h59 de amanhã (14), no horário de Brasília, e podem ser feitas exclusivamente pela internet. Podem participar os estudantes que tenham feito o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015.

Ao se inscrever o participante pode escolher até duas opções de curso, por ordem de preferência. É possível mudar essas opções durante todo o período de inscrição. O candidato também precisa definir se deseja concorrer às vagas de ampla concorrência, às reservadas à lei federal de cotas ou àquelas destinadas às demais políticas afirmativas das instituições de ensino superior. Até as 19h de ontem (12), o Sisu havia registrado 1.932.580 inscritos.

Com informações da Agência Brasil

Publicidade