Diretores de blocos carnavalescos reúnem-se hoje com prefeito de Biguaçu

Publicidade

O prefeito Ramon Wollinger (PSD) recebe, nesta segunda-feira, às 18h, em seu gabinete, diretores de blocos carnavalescos de Biguaçu, para uma reunião que tratará da possibilidade de o município ajudar financeiramente a Escola de Samba Unidos do Bom Viver – que vai desfilar na passarela Nego Quirido, no Carnaval de Florianópolis, representando a comunidade biguaçuense.

A vereadora Salete Cardoso (PV) disse, ao Biguá News, que a proposta a ser entregue ao gestor municipal é de que os blocos da cidade recebam R$ 5 mil cada, para que estes ajudem a escola de samba a organizar seu desfile na capital. A Unidos do Bom Viver vai sambar na sexta-feira, dia 5 de fevereiro.

Continua após a publicidade

Nessa proposta, os blocos de carnaval fariam a escolha da rainha durante os Jogos de Verão de Biguaçu, marcados para o final de janeiro e começo de fevereiro. “Sugeri que o desfile dos blocos fosse realizado no primeiro dia da festa dos 183 anos de emancipação política de Biguaçu”, disse a vereadora.

Na avaliação da vereadora, isso incrementaria a festa do aniversário do município, que ocorre em maio, e diminuiria os custos da realização de um carnaval popular. A Prefeitura já informou, em 2015, que não teria condições financeiras de realizar a festa momesca em fevereiro de 2016, devido à crise financeira por qual vive o país e que chegou aos cofres municipais.

“É importante enfatizar que o carnaval, bem como a gincana e o futebol, são atividades de relevante importância para a vida comunitária, sendo expressão cultural, artística e esportiva. Temos que usar a criatividade e economizar, mas jamais deixar de fazer essa manifestação cultural”, ressaltou Cardoso.

Publicidade