Douglas Borba é transferido para a Penitenciária de Florianópolis

Publicidade

O ex-chefe da Casa Civil Douglas Borba (PSL) foi transferido, no final da tarde desta quarta-feira (10), da carceragem do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) para o complexo penitenciário da Agronômica, em Florianópolis. O horário de entrada dele naquela unidade foi por volta das 17h. A remoção para o presídio da capital foi autorizado pelo juiz da Vara Criminal da Grande Florianópolis, Elleston Lissandro Canali.

Foto Rodolfo Espíndola/Divulgação

A defesa de Douglas está tentando conseguir uma medida de liberdade provisória ou prisão domiciliar alegando que ele é hipertenso e isso o coloca no grupo de risco para coronavírus. Além disso, há a alegação de que no local para onde ele foi levado não há “sala de estado maior” (cela especial) em condições de recebê-lo, pois possui curso superior.

Continua após a publicidade

Leia também:

Leandro Barros é transferido para o complexo prisional da Agronômica

Douglas pede liberdade provisória ou prisão domiciliar por ser hipertenso

Print de whatsapp mostra Douglas, André e Leandro alinhando projeto político

Douglas, Leandro Barros, Fábio Guasti e Cesar Augustus Martinez Thomaz Braga possuem curso de nível superior e por esse motivo devem ficar em cela especial separado dos demais presos enquanto são investigados. Se vierem a ser condenados, eles passarão às celas comuns. Eles estão sob prisão preventiva devido ao entendimento do Ministério Público de que ambos estavam destruindo provas, apagando mensagens que comprovariam a estreita ligação entre os suspeitos. O MPSC afirma que há fortes indícios de formação de quadrilha e peculato.

Notícias no WhatsApp? Clique aqui: https://chat.whatsapp.com/LcIjuTus86K53EQX4uT80w

Publicidade