Eleição para reitor da Univali será na quarta-feira

Publicidade

Na quarta-feira, 21 de fevereiro, das 9h às 17h, será realizada a eleição para reitor da Universidade do Vale do Itajaí (Univali) e presidente da Fundação Universidade do Vale do Itajaí, entre 2018 e 2022, tendo como candidatos dois vice-reitores: Cássia Ferri, de Graduação; e Valdir Cechinel Filho, de Pós-graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura.

A eleição, que ocorre no Plenário dos Conselhos Superiores, localizado na sala 111 do bloco B6, no Campus Itajaí, segue os estatutos e regimentos da Fundação Univali e da Universidade, o edital e o regulamento geral para a eleição. A apuração será realizada no mesmo local, logo após o término da votação.

Continua após a publicidade

Para ser eleito, o candidato precisa conseguir 50% mais um do total de votos dos membros do Colégio Eleitoral, que representam todos os segmentos da Universidade, além de entidades parceiras e da administração municipal das cidades onde há campus universitário, na formação dos Conselho Universitário (Consun), Conselho de Administração Superior (CAS), e Conselho Curador.

Caso nenhum dos dois candidatos alcance o total de votos necessários, a Comissão Eleitoral designará uma nova eleição, dentro de até 30 dias, em que vencerá o candidato que obtiver o maior número de votos válidos. O vencedor substituirá o professor e advogado Mário Cesar dos Santos, que comanda a Instituição desde 2010.

Um deles comandará a Universidade pelos próximos quatro anos

Cássia Ferri

É mestre em Educação pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP) e uma autoridade no meio acadêmico na área de currículos para a Educação Básica e Superior. Desde 1991 atua como consultora e coordenadora da Proposta Curricular do Estado de SC e teve atuação destacada no processo de elaboração da Base Nacional Comum Curricular.

Na Univali, é vice-reitora de Graduação desde 2014, tendo sido anteriormente pró-reitora de Ensino (2010-2014) e gerente de Ensino e Avaliação (2002-2010). Além disso, desde 2000 participa ativamente do Programa de Pós-Graduação em Educação – Mestrado e Doutorado – como professora e pesquisadora.

É líder do Grupo de Pesquisa em Políticas Públicas de Currículo e Avaliação e já formou mais de 40 mestres e doutores em educação. A dedicação à pedagogia universitária já lhe rendeu homenagens como a da Academia Catarinense de Odontologia que lhe outorgou a “Medalha Acadêmico Samuel Fonseca”.

Também dedica a atenção a outras temáticas estratégicas como a formação de professores e a avaliação de sistemas educacionais, registrada em 24 livros, capítulos de livros e organização de obras e mais de uma centena de artigos.

É, atualmente, presidente do Fórum Estadual de Educação de SC, membro da Comissão Estadual para Monitoramento e Avaliação do Plano Estadual de Educação 2015/2024, membro do Fórum Estadual de Formação Docente, avaliadora de instituições e cursos de ensino superior e parecerista de revistas especializadas. Além disso, foi nomeada para o Conselho Consultivo da Secretaria de Regulação e Supervisão do MEC, em 2016.

Valdir Cechinel Filho

É mestre e doutor em Química Orgânica pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Foi pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação, Extensão e Cultura da Univali durante 12 anos e, desde, 2014 ocupa o cargo de vice-reitor de Pós-Graduação, Pesquisa, Extensão e Cultura na Instituição, além de ser pesquisador 1C do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

É também coordenador internacional da Rede Iberoamericana de Estudo e Aproveitamento Sustentável da Biodiversidade Regional de Interesse Farmacêutico (Ribiofar) e da Rede Iberoamericana de Investigação em Câncer (Ribecancer), ambas apoiadas pelo CYTED e CNPq, envolvendo 16 países e 40 Grupos de Pesquisa.

Atua, como editor associado e assessor científico para inúmeros periódicos especializados. É autor de 35 livros, capítulos de livros e de mais de 350 artigos científicos publicados em periódicos especializados nacionais e internacionais, além de 11 depósitos de patentes nacionais e internacionais.

Participa, ainda, ativamente na formação de recursos humanos com mais de 50 dissertações de mestrado e teses de doutorado orientadas. Sua intensa atuação na ciência e tecnologia permitiu que recebesse da Fapesc, em 2012, o Prêmio Caspar Stemmer de Inovação, na categoria Protagonista de Inovação.

Também foi indicado, em 2013, como finalista do Prêmio Santander-Guia do estudante, pelo projeto desenvolvido em parceria com a Indústria Farmacêutica Eurofarma e, em 2015, foi indicado como finalista na categoria Ciência e Inovação, com o projeto intitulado “Busca de novos e efetivos agentes anticâncer a partir da biodiversidade brasileira”.

 

Publicidade