Em 3 dias, ressaca causou estragos em 15 cidades de SC, diz Defesa Civil

Publicidade
Em Balneário Camboriú, operários removeram areia no calçadão (Foto: Luiz Souza/RBS TV)
Em Balneário Camboriú, operários removeram areia no calçadão (Foto: Luiz Souza/RBS TV)

G1 – Até a manhã desta segunda-feira (31), a Defesa Civil de Santa Catarina contabilizou 15 municípios atingidos pela ressaca nos últimos dias. O fenômeno causou estragos no estado desde sexta-feira (28), quando invadiu ruas, casas, destruiu decks e desalojou 84 pessoas no estado. O município de Navegantes informou que deve decretar emergência.

Ainda conforme a Defesa Civil, os danos materiais mais graves foram verificados em ao menos sete cidades, a maioria no sábado (29).

Continua após a publicidade

No Litoral Norte, foram atingidos pela ressaca os municípios de Navegantes, Bombinhas, Barra Velha, Balneário Camboriú e Balneário Barra do Sul. No Sul, houve prejuízos em Araranguá, Balneário Gaivotas, Balneário Rincão, Imbituba, Jaguaruna, Laguna e Balneário Arroio do Silva e Passo de Torres. No Norte catarinense, Itapoá também registrou ocorrência e, na Grande Florianópolis, Tijucas.

Pessoas prejudicadas

Em Tijucas, 40 pessoas ficaram desalojadas e 10 residências foram danificadas pela ressaca. Em Itapoá, 12 pessoas foram afetadas e oito desalojadas, duas residências foram atingidas e uma condenada.

Em Balneário Barra do Sul, 36 pessoas ficaram desalojadas e quatro casas foram consideradas pela Defesa Civil como condenadas. No Balneário Arroio do Silva, houve estragos em muros e casas; em Balneário Rincão, as ruas também foram prejudicadas pela invasão da água. Em Laguna, um barracão de pesca foi destruído pela ressaca.

Publicidade