Empresa de SC vence licitação para construir 3ª faixa na Via Expressa por R$ 26 milhões

Publicidade
Cerca de 130 mil veículos passam pela via diariamente (Imagem: reprodução)

A empreiteira Vogelsanger, de Joinville, foi a vencedora da licitação para construir a terceira faixa na Via Expressa – nos dois sentidos – entre Florianópolis e São José, com preço de R$ 26 milhões – R$ 10 mi a menos que o previsto no edital. Conforme o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), as obras poderão começar ainda este ano. A previsão é de conclusão em 18 meses.

De acordo com o Dnit, após a conclusão da obra, as duas faixas centrais da rodovia serão destinadas para o transporte coletivo. Essa etapa é apenas uma parte de todo o projeto para a revitalização do trecho de 5,6 quilômetros, que prevê três pistas em cada sentido, ciclovia, faixas exclusivas para ônibus e calçada, com investimento estimado em R$ 500 milhões.

Continua após a publicidade

Segundo o chefe de operações do Dnit, engenheiro Névio de Carvalho, após a ordem de serviço ser emitida, os trabalhos serão realizados no período noturno para não atrapalhar o trânsito – que é de 130 mil veículos por dia.

A rodovia faz parte da BR-282, que é a principal via de acesso à capital catarinense. Devido ao grande fluxo de veículos, há congestionamentos constantes, impactando a vida de quem precisa entrar ou sair da Ilha de Santa Catarina.

Publicidade