Exames confirmam dois casos de Ômicron em Biguaçu; 178 testes aguardam resultados

Publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Epidemiológica, confirmou os dois primeiros casos da variante Ômicron no município de Biguaçu. Os casos foram identificados pelo Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN/SC), através da técnica RT-qPCR de inferência, e confirmados por sequenciamento genômico realizado pelo Laboratório de Referência Nacional para Santa Catarina, a Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ/RJ). Outros 178 testes seguem aguardando resultado.

Ainda na semana passada, a Secretaria de Estado da Saúde já havia confirmado a transmissão comunitária da Ômicron, ou seja, já não é possível identificar a origem da infecção. Isso indica que a variante está circulando e a transmissão ocorre independentemente das pessoas terem viajado ou terem tido contato com outras pessoas que viajaram recentemente para locais fora do estado.

Continua após a publicidade

A variante Ômicron é transmitida com maior facilidade com relação às variantes já conhecidas, mas as vacinas em uso no Brasil são capazes de proteger contra as formas graves, hospitalizações e mortes pelo coronavírus. Já para aquelas pessoas que não se vacinaram, ou não completaram o esquema vacinal, com a segunda dose ou dose de reforço, o risco de desenvolvimento de formas graves da Covid-19 permanece elevado.

Sendo assim, a Secretaria orienta que a população reforce os cuidados sanitários básicos para evitar a transmissão da Covid-19, como o uso de máscara, o distanciamento social, a higienização constante das mãos com água e sabão ou então com uso do álcool em gel 70% e a manutenção dos ambientes arejados. Além disso, indica que o esquema vacinal contra a doença seja concluído.

Publicidade