Força-tarefa atua com 70 bombeiros e 17 viaturas em Tubarão

Publicidade

O Governo do Estado mobilizou as forças de segurança para apoiar os trabalhos emergenciais na região Sul, em especial em Tubarão, que teve parte do município devastado por um temporal na tarde de domingo, 16. Além dos técnicos da Defesa Civil do município e do Estado, o Corpo de Bombeiro Militar está atuando na região com 70 bombeiros e 17 viaturas. Até às 10h31 desta segunda-feira, 80 ocorrências já tinham sido atendidas.

De acordo com o coronel BM Cesar Nunes, a prioridade é desobstruir as vias, apoiar o trabalho da Celesc para restabelecer a energia elétrica e ajudar as famílias que tiveram suas residências afetadas. “Essas ações são fundamentais para o restabelecimento de outros serviços como atendimento à saúde”, observa o Coronel.

Continua após a publicidade

O levantamento inicial da Defesa Civil indica que há danos severos na rede de energia elétrica porque postes foram derrubados pelo vendaval, telhados e muros de residências avariados e galpões e prédios de pequenas empresas totalmente destruídos.

As análises dos meteorologistas da Epagri/Ciram indicam que até a próxima quarta-feira, 19, uma massa de ar úmido e quente predomina em SC, deixando as temperaturas altas, próximas ou acima de 30°C na maioria das regiões, com pancadas de chuva por vezes acompanhadas de temporais com granizo e ventania (rajadas em torno de 60km/h a 90km/h), especialmente no Planalto Sul e Litoral Sul. A instabilidade segue mais forte no RS, portando nas áreas mais próximas ao estado vizinho, o risco de temporais é maior.

Não está confirmada aproximação de tornado

A Defesa Civil de SC não confirma nenhuma aproximação ou formação de tornado para a região Sul do Estado. Também não solicitou nenhuma evacuação. O órgão pede que todos acompanhem as informações oficiais no site e redes sociais da Defesa Civil e não acreditem em boatos que surjam nas redes sociais.

Cleiton Ferrasso
Assessoria de Imprensa

Publicidade