Golpe do cartão clonado faz várias vítimas em Biguaçu

Publicidade

Várias pessoas estão procurando a Delegacia de Polícia Civil de Biguaçu para fazer boletim de ocorrência de um velho golpe aplicado em todo país, o golpe do cartão clonado. Conforme o investigador de polícia Jean Cipriani, nos últimos dias muitas pessoas procuraram a delegacia para relatar que foram alvos dos criminosos.

Nesta quinta-feira (4), um empresário procurou a polícia para denunciar que golpistas levaram o seu cartão de crédito e débito e efetuaram transferência de dinheiro de sua conta.

Continua após a publicidade

O golpe aplicado hoje ocorreu da seguinte forma: uma pessoa se passando por funcionário do Banco ligou para vítima e relatou que o seu cartão de crédito e débito havia sido clonado e por esse motivo precisava ser cancelado. Em seguida o estelionatário pede para vítima ir confirmando algumas informações, como o nome completo, data de nascimento, endereço e entre esses dados pede o número do cartão e por fim a senha.

Após obter as informações que ele precisa para efetuar transferências bancárias, que são o número do cartão e a senha, o falso funcionário de banco informa para a vítima que a agência está encaminhando uma pessoa até a casa dele para recolher o cartão para ser cancelado. Afirma ainda que outro cartão será enviado para o endereço residencial da pessoa.

A vítima, acreditando estar sendo protegida pelo banco no qual tem relacionamento, acaba entregando o seu cartão para o golpista na porta de sua casa. Somente depois ela percebe que caiu em um golpe quando começam a chegar mensagens de que saques e transferências bancárias foram efetuadas naquele dia.

O policial civil Jean Cipriani alerta para que as pessoas não passem informações bancárias por telefone em hipótese alguma. A orientação é que se desligue o telefone imediatamente se alguém pedir o número do cartão e a senha.

Qualquer dúvida com relação ao seu cartão deve ser tratada direto na sua agência de relacionamento de preferência com o gerente de sua conta bancária.

Publicidade