Governador assina termo para viabilizar investimento de US$ 4 bilhões em Imbituba

Publicidade

As negociações para instalação de uma fábrica de contêineres para transporte de gás liquefeito na ZPE (Zona de Processamento de Exportações) e no Porto de Imbituba deram uma passo adiante. O Governo do Estado assinou, nesta terça-feira, um acordo de cooperação técnica para os estudos ao projeto.

“O empreendimento deverá ocupar 19 hectares na ZPE e, em pleno funcionamento, gerar cerca de 3 mil empregos”, disse o vice-governador Eduardo Pinho Moreira,  na reunião com os representantes da Proso Managment, multinacional norueguesa, e do Ministério da Indústria e Comércio e o presidente da Codesc, Miguel Ximenes, para apresentação do plano de investimentos.

Continua após a publicidade

Além dos contêineres, os empreendedores – que calculam a aplicação de até US$ 4 bilhões – também pretendem operar com o transporte de gás, abastecendo o território catarinense que hoje não é atendido pelo gasoduto da SCGás, e destinar o restante para a exportação. Inicialmente, as instalações poderão começar a partir de Porto de Imbituba.

Em dezembro do ano passado, técnicos da Proso vieram ao Estado para conhecer a infraestrutura disponível. Eles estiveram no Porto de Imbituba e na área da ZPE. Em setembro passado, entregaram ao Governo do Estado uma carta de intenções para confirmar o interesse em se instalar nestes locais.

Vitor Louzado
Assessoria de Imprensa

Publicidade