Hemosc reforça a importância da doação de sangue durante o verão

Publicidade

Para atender casos de emergência, solicitações médicas e pacientes que necessitam realizar constantes transfusões de sangue, o Hemosc precisa manter seu estoque de bolsas de sangue em bom nível. Mas em alguns períodos do ano, como no verão, as doações diminuem.

“No verão, quando é muito quente, as doações dentro do hemocentro diminuem. Então, é importante lembrar às pessoas que realizem doações também nesse período”, informa a coordenadora do setor de captação do Hemosc, Roseli Sandrin.

Continua após a publicidade

Para ser um doador, é preciso ter entre 16 e 69 anos, mais de 50kg, estar em boas condições de saúde e bem alimentado.

Pessoas com problemas cardíacos, hipertensos, diabéticos e que tiveram câncer não podem fazer a doação. Pessoas que tomam alguma medicação, precisam verificar junto ao hemocentro se podem doar. Todo o processo de doação leva, em média, 50 minutos.

“O candidato é cadastrado, faz uma triagem para verificar as condições de saúde e realiza um teste de contagem de hemoglobina. Na sequência, realiza uma entrevista individual e, depois disso, será encaminhado para a sala de coleta de sangue”, explica Roseli Sandrin.

Os locais de doação de sangue em Santa Catarina estão disponíveis em www.hemosc.org.br.

Publicidade