Homem comete abuso sexual e acaba preso após ser imobilizado por duas mulheres

Publicidade

Acionada através do Consórcio Fênix, que administra o transporte público, a Guarda Municipal de Florianópolis (GMF) deteve um homem de 43 anos, suspeito de assediar uma passageira de um ônibus na manhã deste sábado (8). A vítima de 24 anos estava com a bolsa na parte da frente do seu corpo, quando percebeu que um homem a tocava. Conforme seu relato, inicialmente pensou se tratar de um furto, mas percebeu que ele passava a mão em suas partes íntimas.

Uma outra mulher de 25 anos presenciou a situação e ao questionar o acusado acabou sendo agredida com um soco no rosto. Ambas as vítimas entraram então em vias de fato com o acusado até que o mesmo fosse imobilizado para ser encaminhado à delegacia. A GMF foi acionada pelo Consórcio Fênix, o qual mantém uma central de operação integrada entre as instituições, e rapidamente chegou ao Ticen, local da ocorrência. Os agentes deram voz de prisão para o homem e o conduziram para a Central de Polícia Civil.

Continua após a publicidade

Na ficha do agressor consta passagem por tentativa de estupro, importunação em local público de modo ofensivo ao pudor, violência doméstica, lesão corporal culposa contra homem, receptação, entre outros.

A Prefeitura de Florianópolis informa que 100% da frota de ônibus da Capital conta com GPS e câmeras com sistema integrado ao CCO, o que permite aos fiscais do Consórcio Fênix e aos agentes da Guarda Municipal, o monitoramento em tempo real e atendimento ágil de possíveis atentados à segurança dos passageiros.

Qualquer situação de atentado à segurança da população ou necessidade de suporte em ocorrências de trânsito podem ser comunicadas/denunciadas pelo número 153 ou pelo 190 da PM.

Publicidade