Homem é condenado a 26 anos de prisão por feminicídio em SC

Publicidade

A juíza Karen Francis Schubert Reimer presidiu sessão do Tribunal do Júri da comarca de Joinville que condenou, na última terça-feira (16/5), réu acusado do crime de feminicídio à pena de 26 anos de reclusão em regime fechado.

Segundo denúncia do Ministério Público, inconformado com o término da união e o novo relacionamento da mulher, o agressor esperou o retorno da vítima de uma madrugada inteira de trabalho e atirou contra ela quando chegava em casa, já pela manhã.

Continua após a publicidade

Os dois filhos do casal, em curto espaço de tempo, ficaram órfãos de mãe e desamparados pelo pai, agora trancafiado. O crime foi praticado no dia do aniversário de uma das crianças. O enquadramento do crime em feminicídio é considerado um agravante.

A magistrada negou ao réu o direito de recorrer em liberdade e já expediu o processo de execução penal provisória (Autos n. 0016962-82.2016.8.24.0038).

Publicidade